Audiência pública sobre a reurbanização da Avenida Atlântica será dia 19 de julho, na Câmara

Relacionadas

Está marcada para 19 de julho (terça-feira), véspera de feriado do aniversário de 58 anos de Balneário Camboriú (saiba mais sobre a programação aqui), a audiência pública para apresentar à comunidade e vereadores o projeto de reurbanização da Avenida Atlântica e Praia Central. O vereador André Meirinho havia solicitado a apresentação ainda em 2021.

(Escritório Índio da Costa)

A Secretaria de Articulação Governamental enviou na terça-feira (28) o pedido para a Câmara de Vereadores para a realização da audiência, que foi lido na sessão de quarta-feira (29) pelo presidente do Legislativo, Marcos Kurtz, aos demais vereadores. A audiência vai iniciar às 18h30, em modalidade presencial e online e será apresentada pela Secretaria de Planejamento e Gestão Orçamentária.

“Muitas dúvidas”

O vereador André Meirinho havia solicitado que o assunto fosse debatido na Câmara em outubro/2021, quando convidou o engenheiro Rubens Spernau, que acompanha de perto a questão da reurbanização da Avenida Atlântica, fosse ao Legislativo – o que não aconteceu. 

“São muitas dúvidas, é importante que o projeto seja apresentado aos moradores, porque todos os dias nos chegam questionamentos e ninguém sabe nada oficial”, diz.

Banheiros, restinga, quiosques, mobilidade…

(Escritório Índio da Costa)

Meirinho salienta que nunca houve uma apresentação oficial sobre a reurbanização – somente a exibição de um vídeo no lançamento do alargamento da faixa de areia (relembre aqui) e que há muitos questionamentos sobre a obra. 

“Nos perguntam sobre banheiros, sobre a restinga – como vai ser, se vai ter passarela de acesso, em quais pontos…, sobre a manutenção das amendoeiras, se pontos de milho e quiosques vão permanecer, quantos vão ser… além da questão da mobilidade, se vai ter ciclovia, como vai ser a integração do urbanismo e do verde”, acrescenta.

Dúvida se prefeitura vai seguir 100% do projeto

O vereador disse ainda que uma grande dúvida é se o governo vai seguir ou não 100% do projeto proposto pelo Escritório Índio da Costa e se há verba para isso ou de onde virá o valor. 

“Gostaria de saber se pretendem fazer neste ano ainda, se vai ser no atual governo… há muitos questionamentos! Queremos que aconteça essa audiência para evitar fake news, porque o impacto da reurbanização é infinito e é uma obra de interesse da sociedade, de empresários, e com essa audiência vamos saber em que pé está. Por isso é tão importante que a comunidade participe, para contribuir e evitar coisas indesejáveis”, completa.

Mais notícias dessa editoria

- publicidade -

Leia também