Balneabilidade da Praia Central foi positiva durante a temporada, avaliou o diretor da Emasa

Relacionadas

A partir desta semana, a Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa) volta a fazer coletas semanais para controlar a balneabilidade da praia. Desde final de dezembro, o acompanhamento da balneabilidade das praias feito pelo Município, coletava três vezes por semana: segundas, quartas e sextas-feiras, encerrando no último dia 4.

O diretor geral da Emasa, Douglas Costa Beber considerou a temporada dentro do planejado. A balneabilidade em duas coletas indicou pontos poluídos, especialmente na Barra Sul. Douglas disse que eram questões pontuais, com exceção da Lagoa de Taquaras, que sempre aparece como imprópria e passa por análises e estudos para definir ações que possam mudar esse cenário crítico há muitos anos naquele local.

“As questões da balneabilidade se comportaram dentro do normal, nós vivemos ainda um período de conscientização das pessoas com necessidade de fazer as ligações de esgoto e tudo o mais e vivenciamos mais uma temporada não só no nosso relatório, mas no do Instituto do Meio Ambiente (IMA) também com balneabilidade em grande parte do período”, disse.

Preparativos

O diretor da Emasa lembrou que a empresa se preparou para uma temporada de grande público.

“Desde a manutenção do sistema que fazemos ao longo do ano e intensificamos no final do ano preparando o verão, a reedição do contrato com os rizicultores que nós fizemos esperando uma temporada efetivamente maior e a partir disso a temporada aconteceu dentro do que consideramos normal”, acrescentou Douglas.

Ele segue dizendo que a empresa conseguiu prestar um serviço de excelência, não faltou água na cidade em nenhum local, nem no final do ano, quando recebeu o maior público.

“Conseguimos manter a rede pressurizada, os reservatórios dentro do volume necessário para manter o abastecimento. O número de turistas não foi só maior ao ano anterior quando ainda estávamos vivendo um período crítico da pandemia, mas foi maior do que em anos anteriores à pandemia, especialmente à temporada de 2019. Somando todo esse conjunto, posso afirmar que foi uma temporada dentro do planejado e muito positiva”, resumiu.

A última

As últimas coletas de temporada entre os dias 28 de fevereiro e 2 de março, apresentaram 11 dos 15 pontos analisados como próprios para o banho.

Os pontos impróprios foram na Praia Central, em frente às Ruas 3500, 4000 e 4900 (Pontal Sul) e a Lagoa de Taquaras.

Apesar de na última quarta-feira (2), as amostras destes pontos na Praia Central ter apresentado resultado abaixo de 800 Escherichia coli por 100 mililitros, mais de 20% do conjunto de amostras coletadas nas últimas cinco semanas anteriores, nesse mesmo local, ainda se encontram superior ao limite estabelecido pela resolução. Sendo necessário que permaneçam abaixo nas próximas coletas, para o ponto ser considerado próprio.

Os 15 pontos analisados pelo laboratório LABB Análises Ambientais, credenciado no Instituto do Meio Ambiente (IMA) e acreditado no INMETRO são: praias de Estaleirinho, Estaleiro, Taquaras e Lagoa de Taquaras, Laranjeiras, e Praia Central em frente à Rua 4009 – Pontal Sul, em frente as ruas 4000, 3500, 3000, 2500, 2000, 1400, 51 e 1001, e Pontal Norte.

Os relatórios completos estão disponíveis no site da Emasa, no link: https://www.emasa.com.br/emasa/laboratorios/balneabilidade-praias–boletim-semanal.

The post Balneabilidade da Praia Central foi positiva durante a temporada, avaliou o diretor da Emasa first appeared on Página 3 – Notícias de Balneário Camboriú.

Mais notícias dessa editoria

Advertisment

Leia também