Balneário Camboriú com 1.014 focos de mosquito da dengue e 101 casos confirmados

Relacionadas

Balneário Camboriú tem atualmente 1.014 focos do mosquito Aedes aegypti e 101 casos de dengue confirmados, dos quais 31 são autóctones (contraídos no município), 2 importados, 29 indeterminados e 39 em investigação. Também tem um paciente confirmado com Chikungunya indeterminado.

O Centro tem o maior número de focos positivos, 247. Nova Esperança é o segundo com 109 focos, Nações o terceiro com 91, seguido de Barra com 73 e Ariribá com 63.

A diretora de Vigilância Ambiental, Eliane Guedes Casatti disse que no município não houveram muitas alterações, devido ao frio e que diminuíram os casos suspeitos para dengue por esses dias.

“Contudo é preciso ficar vigilante. Os agentes seguem vistoriando sempre orientando os moradores a eliminar os criadouros onde o mosquito se reproduz. Qualquer recipiente com água, por menor que seja, pode se tornar um foco”, recomendou Eliane.

Ela disse que nas regiões em que há pacientes com dengue, o programa aplica o fumacê.

A diretora pede que a população receba os agentes para vistoriar as casas e desta forma eliminar possíveis focos.

“Eles estão uniformizados e identificados com crachás com logomarca da prefeitura e do programa de combate a dengue. Ainda assim, se alguém tiver dúvidas, deve confirmar a visita pelo fone (47) 3261-6264”, disse.

Sintomas

Os principais sintomas da dengue:

  • febre alta, de 39 °C a 40 °C, de início abrupto;
  • dor de cabeça;
  • fraqueza;
  • dores no corpo;
  • dores nas articulações;
  • dor no fundo dos olhos.

Ao perceber os sintomas deve procurar o serviço de saúde imediatamente.

Prevenção

  • evite usar pratos nos vasos de plantas. Se usá-los, coloque areia até a borda;
  • mantenha lixeiras tampadas;
  • deixe os depósitos d’água sempre vedados;
  • plantas como bromélias devem ser evitadas;
  • trate a água da piscina com cloro e limpe-a uma vez por semana;
  • mantenha ralos fechados e desentupidos;
  • lave com escova os potes de comida e de água dos animais no mínimo uma vez por semana;
  • retire a água acumulada em lajes;
  • mantenha fechada a tampa do vaso sanitário;
  • evite acumular entulho, ele pode se tornar local de foco;
  • denuncie a existência de possíveis focos de Aedes aegypti para a Secretaria Municipal de Saúde;
  • caso apresente sintomas de dengue, chikungunya ou vírus da zika, procure uma unidade de saúde para o atendimento.

The post Balneário Camboriú com 1.014 focos de mosquito da dengue e 101 casos confirmados first appeared on Página 3 – Notícias de Balneário Camboriú.

Mais notícias dessa editoria

Advertisment

Leia também