(Foto Divulgação)

Apenas 98 cidades brasileiras estão perto de atingir a universalização do Saneamento Básico e Balneário Camboriú é uma delas. É o que apontou estudo divulgado pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES) nesta sexta-feira (5).

O estudo é feito com base nos dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS) e avalia o percentual de pessoas atendidas pelos serviços de abastecimento de água, coleta de esgoto e de resíduos sólidos e destinação adequada dos resíduos.

A partir destes dados, a ABES fez um ranking de pontuação das cidades, que vai de 0 a 500, sendo que para ser classificada como “rumo à universalização” é necessário ter mais de 489 pontos, Balneário Camboriú alcançou 492,46 sendo a única do estado de Santa Catarina a obter essa classificação e está entre as 40 cidades brasileiras nesta categoria.

A maior parte das cidades, 69,9% do total analisados na amostra está na classificação “empenho para universalização”, uma faixa de pontuação considerada intermediária, com pontuação que vai de 200 a 449,99. As com pontuação abaixo de 200 estão na fase chamada de “primeiros passos para a universalização”, e representam 12,9%.

BC MAIS SANEADA

Para o Prefeito Fabrício Oliveira, este reconhecimento é reflexo dos esforços concentrados nesta área. “Programas como como o Se liga na Rede que atua fortemente na fiscalização de ligações irregulares, o emissário pressurizado de esgoto bruto na Barra Sul e a ampliação da rede coletora de esgoto, que fazem de Balneário Camboriú uma das cidades mais saneadas do país, o que reflete diretamente na qualidade de vida e saúde de nossa população”, destaca.

Entre os investimentos, nos últimos três ano por meio da Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMASA) foram implantados mais de 50 Km de rede coletora de esgoto, entre novas e melhorias. Investimento de aproximadamente R$ 24 milhões, tornando Balneário Camboriú com 95% de rede implantada, uma das cidades mais saneadas do país. Em busca de atingir a universalização, iniciou em janeiro deste ano, a obra de ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) do Município, incluindo trechos de rede coletora de esgoto em cerca 52 ruas de 12 bairros. E está em andamento o projeto para implantação de rede nas praias do Estaleiro e Estaleirinho, orçado em R$ 13 milhões e previsão de licitação para ainda esse ano.

Informações Adicionais: Emasa (47) 3261-0000