Balneário Camboriú no The Wall: Elis e Caio farão viagem documentada sobre o autismo livre

Relacionadas

A moradora de Balneário Camboriú, Elisângela Christina Mendes, esteve no quadro The Wall, do Domingão com Huck, da TV Globo, no domingo (3). Com a ajuda do amigo, Vinicio, eles faturaram mais de R$ 273 mil, que serão utilizados para viagens com Caio, filho de Elis, que tem 17 anos, é autista, surfista e estuda no Colégio João Goulart.

O objetivo da mãe e do filho é elaborar um documentário sobre o autismo livre. “Quando o autista é livre, ele entende o mundo e fica muito mais leve, o preconceito diminui muito”, afirmou a mãe.

Elis e Caio conversaram com o Página 3 sobre a conquista no Domingão e sobre a experiência que pretendem realizar em breve. Acompanhe.

Programa gravado em janeiro: família guardou segredo 

Elis e Caio contaram que apesar de o programa ser transmitido em abril (exatamente um dia após o Dia Mundial de Conscientização do Autismo), ele já havia sido gravado no dia 7 de janeiro. Caio confessa que foi difícil guardar o segredo. 

“Desde janeiro sabíamos do prêmio, mas só ia ser pago após a transmissão. Não podíamos falar para ninguém, tinha que ficar em off, sem comentar nada. Segurar o Caio nesses meses foi difícil (risos), e lidar com a ansiedade também!”, diz Elis.

Bastidores do programa: “Huck foi muito querido!”

Elis com Huck (Arquivo pessoal)

Ela, que é terapeuta em ayurveda e trabalha com arte digital, conta que participar do Domingão foi ‘muito legal’ e que junto de Vinicio foi muito bem recepcionada. 

A escolha do acompanhante foi pela amizade que ele tem com a família, inclusive é muito próximo de Caio. 

“Eles [a Globo] pagaram tudo, desde teste de Covid, passagens, comida, hotel, traslado. E o Huck foi muito querido! Eu não imaginava que era tanto. Ele é literalmente aquilo da TV e muito mais! A produção me disse que ele fica sabendo na hora da gravação sobre a história dos participantes, e por isso sente a emoção na hora. Ele vibrou muito comigo, quando cada bolinha caía, ficou nervoso também. Me abraçou, se emocionou comigo! Uma hora eu o abracei e ele estava com o coração batendo forte, estava gelado… foi muito bacana”, comenta.

Vinicio quase assinou o contrato

Elis e Vinicio no The Wall (Arquivo pessoal)

No The Wall, após as perguntas, quem responde [no caso, Vinicio] precisa decidir se assinará o contrato [o deles era mais de R$ 30 mil] ou rasga e arrisca para saber o valor que está do outro lado, jogando com a parede (o The Wall), ganhou. Por incrível que pareça, Elis confessa que ela e Vinicio não tiveram tempo de combinar se ele rasgaria ou não, e que inclusive ele pensou em assinar o contrato. 

“Ele disse que estava pronto para assinar, mas que não sabe como, simplesmente rasgou. E ainda bem que rasgou! Ganhamos mais de R$ 273 mil”, comemora.

Caio aproveitou para dizer, durante a entrevista, que agradece muito por Vinicio ter ajudado ele e a mãe. 

“Foi incrível ganhar todo esse prêmio, vou poder viajar bastante, comer bastante!”, afirmou. 

Viagem ainda sem data definida

A mãe conta que ela e o filho já possuíam um roteiro preparado, mas que quando veio o valor de R$ 273 mil, acima do que imaginavam, conseguiram ampliar o plano. 

“Uma amiga nos deu ideia de montar um documentário sobre autismo, contando um pouco de nossa história e a questão do autismo livre, o que eu e Caio nos propomos a batalhar por essa questão. Defendemos que a criança tem que estar solta, sim. Quando o autista é livre, ele entende o mundo e fica muito mais leve, o preconceito diminui muito”, explica.

Ainda não tem data exata para começar a viagem para lugares mais longe, mas os dois já têm passeios agendados pela região, como um em Pomerode, que deve acontecer na próxima semana.

Dia a dia da família em Balneário

Elis e Caio explicam que todos os dias acordam bem cedo e vão surfar. Caio é aluno da escolinha de surf da Fundação Municipal de Esportes e também estuda no Colégio João Goulart. 

“Ele está começando a ir sozinho para o colégio, o que entra no autismo livre, que não é um autismo jogado, ele não abre a porta e sai para a rua e sim é livre com atenção, com cuidado”, completa Elis.

Para acompanhar o dia a dia de Elis e Caio, incluindo as futuras viagens, basta seguir o Instagram @surfandonoautismo.

The post Balneário Camboriú no The Wall: Elis e Caio farão viagem documentada sobre o autismo livre first appeared on Página 3 – Notícias de Balneário Camboriú.

Mais notícias dessa editoria

Advertisment

Leia também