Balneário Camboriú tem 628 focos do mosquito da dengue

Relacionadas

Dos 14 casos de dengue confirmados em Balneário Camboriú, nove são autóctones (contraídos dentro do município), dois indeterminados, três importados e nove em investigação. Também tem registro de um caso de Chikungunya (não residente).

O aumento de casos no verão é comum, calor e chuva é uma combinação que os mosquitos gostam. Vários municípios catarinenses estão com grande incidência.

A coordenadora da Vigilância Ambiental, Eliane Guedes Casatti, reforça o pedido que faz o ano todo, para que todos ajudem no combate ao mosquito.

“É essencial que a população colabore com o trabalho dos agentes em não deixar depósitos para acumular água, manter a caixa d’água fechada, calhas limpas e niveladas, piscinas limpas e tratadas, terrenos mantidos limpos, entre outros cuidados básicos que auxiliam no combate a Dengue, Zika e Chikungunya. Importante também o uso de repelentes.

Mutirão

O mutirão de visitas em comércios e residências do Bairro Nova Esperança, feito pela equipe da Vigilância Ambiental, da Secretaria de Saúde de Balneário Camboriú, que estava programado para sábado (2) foi adiado para o próximo (9), por causa do mau tempo.

Os agentes orientam os moradores sobre os cuidados e a importância de eliminar possíveis criadouros, que podem estar dentro de casa, no pátio, calçadas.

Os mutirões acontecem quando um bairro indica alto índice de infestação. O último Levantamento de Índice Rápido de Infestação de Aedes Aegypti (LIRAa), indicou Alto Índice no Nova Esperança. 

The post Balneário Camboriú tem 628 focos do mosquito da dengue first appeared on Página 3 – Notícias de Balneário Camboriú.

Mais notícias dessa editoria

Advertisment

Leia também