Balneário Camboriú tem urgência”, diz prefeito Fabrício Oliveira sobre o Centro de Eventos

Relacionadas

A suspensão da concessão do Centro de Eventos de Balneário Camboriú pelo Tribunal de Contas do Estado (relembre aqui) no início desta semana, deu o que falar na cidade, considerando que é a segunda licitação do empreendimento que deu errado. A primeira foi deserta, não apareceram candidatos. 

Prefeito visitando o Centro de Eventos com o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, em maio deste ano (Divulgação/PMBC)

Vale destacar que o Centro de Eventos se torna ainda mais importante em um cenário pós pandemia. A Santur tem 30 dias (até 2 de setembro) para apresentar ao TCE os documentos que comprovem que o Consórcio BC Eventos está apto a gerenciar o local. 

Diante deste novo cenário, o Página 3 ouviu o prefeito Fabrício Oliveira, o secretário de Turismo da cidade, Geninho Góes, e empresários ligados ao turismo para falar sobre a situação. 

Opiniões

“Precisamos que o Centro de Eventos abra logo, é uma urgência urgentíssima”

Fabrício Oliveira, prefeito de Balneário Camboriú

“Espero que o Governo do Estado faça o que foi comprometido, que definam através de um conselho formado pela prefeitura de Balneário Camboriú, trade turístico da cidade e Governo do Estado para começarmos a discutir se a licitação foi totalmente frustrada e que estipulem um calendário para definir um modelo de gestão através do trade, prefeitura e Governo de SC, até que essa situação [o processo de concessão x TCE] se funde. Balneário tem urgência e precisamos que o Centro de Eventos abra logo, é uma urgência urgentíssima! Até porque precisa ser feito um movimento pós pandemia e, assim que eventos forem liberados queremos poder recebê-los. Organização [de um evento] demanda tempo. Já liguei para o Governo do Estado para requerer uma reunião sobre o assunto”.

“Eles sabiam que precisava ser refeito o edital e não foi feito nada” 

Geninho Góes, secretário de Turismo de Balneário Camboriú

“Quem tem que se pronunciar e dar solução para isso é o Governo do Estado, todo o processo de licitação compete a eles, que são os responsáveis. Eles sabiam que precisava ser refeito o edital e não foi feito nada. Até agora não sabemos se vai ter outra licitação, a Secretaria de Turismo de Balneário Camboriú e a prefeitura não podem fazer nada. É fundamental que o Centro de Eventos abra logo, nós já estamos passando do tempo. Hoje, ninguém se sente seguro para agendar eventos aqui, porque não há uma definição se o evento poderá acontecer porque o local não está nem aberto. Como empresário [Geninho é o idealizador da BNT Mercosul, uma das maiores feiras de turismo do Brasil], vejo que temos que prospectar eventos para daqui um ano ou dois, e que o Centro de Eventos contribui para o aquecimento da economia. Os eventos vão voltar com força total quando a pandemia permitir e por isso temos que ter agilidade, pois para eventos acontecerem é preciso planejamento, tabela de preços, planta do local. O Centro de Eventos está em Balneário, mas ele é do Governo do Estado. Vejo que, se for preciso, o trade de Balneário vai se unir, os sindicatos, o BC Convention, porque o mais difícil já foi feito, que foi a construção dele. O que emperra hoje são os entraves burocráticos”.

“Esperamos que seja o mais ágil possível” 

Margot Rosenbrock Libório, presidente do Balneário Camboriú Convention & Visitors Bureau

“Na verdade, não concordávamos com alguns termos do edital desde o início, mas a gente torcia para dar certo, porque os mais prejudicados somos nós, o setor de eventos da cidade. É uma cadeia muito grande que seria ativada se o Centro de Eventos abrisse logo, e agora vamos perder um pouco mais de tempo. Mesmo quando a gente não concorda, a gente quer que funcione. Nos preocupam os prazos, mas esperamos que seja o mais ágil possível. Por outro lado, com a Covid mais controlada, as vacinas mais eficientes, vejo que em um próximo edital, com ajustes, a gente pode ter mais empresas se candidatando e assim mais chance de sucesso. O edital pode ser um pouco mais interessante, sim, talvez esse prazo de 20 anos de concessão pode ser estendido para mais tempo. Há questões importantes que precisam ser analisadas e editadas para atrair os empresários. Precisam ter ajustes porque senão volta para a mesma situação. O próprio trade apontou que precisavam editar e nada fizeram. Será o terceiro edital de licitação, agora precisam ver que precisam mudar, torná-lo mais atrativo e assim atrair mais concorrentes. Afinal, se o edital não era bom antes da pandemia, imagina agora! O equipamento é muito bom, o mercado está preparado, as pessoas querem fazer seus eventos em BC, uma cidade com facilidade logística que está perto da BR e de três aeroportos, com vantagens muito grandes, e para isso precisamos de um edital adequado e que atenda as necessidades do setor”.

“Só falta abrir, porque tem demanda”

Isaac Pires, presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Balneário Camboriú e Região (Sindisol)

“O processo tem que acontecer o mais rápido possível, a cidade precisa do Centro de Eventos, que vai ser um divisor de águas para a questão da sazonalidade, além de que o esperamos há tanto tempo. A obra está pronta, é lamentável estarmos com um empreendimento dessa imponência, o principal Centro de Eventos da região sul, parado por falta de vontade política. A hotelaria, os bares e restaurantes, o comércio, todos dependem do Centro de Eventos, todos esperam a abertura dele, ainda mais no cenário pós pandemia. É importante para toda a comunidade, vai gerar empregos e uma nova economia para BC, trazendo novas fontes de renda que precisamos. Só falta abrir, porque tem demanda. Balneário é propícia e incrementos como o alargamento da faixa de areia só vão potencializá-la ainda mais”.

“Fomos pegos de surpresa”

Osny Maciel Junior, gerente do Hotel Sibara e ex-presidente do Conselho Municipal de Turismo de Balneário Camboriú (ele acompanhou todo o processo da licitação junto à Santur)

“O turismo no município de Balneário Camboriú ainda é voltado principalmente para o binômio sol e mar, entretanto o segmento de negócios e eventos tem se mostrado estratégico, devido principalmente à capacidade de minimizar os efeitos da sazonalidade – não resolver, mas minimizar e ocorrer independentemente da existência de atrativos naturais ou culturais. Desta forma, toda a cidade de Balneário Camboriú vem lutando há anos, é um desejo do trade, e quando pensávamos que a conquista e a entrega dessa obra tão desejada aconteceria, fomos pegos de surpresa. Em contato com a Santur, na figura do presidente interino (Renê Meneses), ele nos informou que tanto a Santur como o consórcio vencedor da licitação foram notificados e, no prazo de 30 dias, apresentarão uma manifestação no que diz respeito à capacidade técnica do consórcio. Se não for provado, a licitação será cancelada e o processo se reinicia. A inauguração desse equipamento evidenciaria que o empreendimento poderá trazer uma nova dinâmica para Balneário, como um dos mais modernos e bem equipados espaços, para receber eventos de todo o Brasil, principalmente por uma nova dinâmica para o turismo pós pandemia, então que as pessoas responsáveis resolvam essa novela do Centro de Eventos de Balneário Camboriú”.

“Todos saem ganhando com a vinda de bons eventos”

Evódio João de Souza, diretor do Parque Unipraias

“Estamos ansiosos pela abertura do Centreventos e nossa cidade aguarda o funcionamento desse espaço para realizar suas feiras, congressos e seminários com conforto, acessibilidade, modernidade. Por ser uma referência do turismo nacional, Balneário Camboriú possui atrativos singulares como a facilidade dos acessos, a proximidade com aeroportos, a qualidade dos serviços, a variedade gastronômica e de hotéis com boa acomodação, o comércio pujante e, claro, modernas opções de lazer, como o Parque Unipraias. Todos saem ganhando com a vinda de bons eventos, pois eles abrem as portas para diversão, cultura, negócios e tantas outras oportunidades, movimentando a economia da cidade durante todo o ano. O Centro de Eventos de Balneário Camboriú tem tudo para oferecer toda infraestrutura necessária para a realização de grandes convenções e torcemos muito que os impasses para sua abertura sejam brevemente resolvidos, para que eventos importantes sejam atraídos para cá. Toda nossa comunidade agradece”.

“Ainda estamos aqui discutindo sobre o Centro de Eventos” 

Ana Maria dos Santos, proprietária da Vip Mar Turismo & Receptivo

“Falar do Centro de Eventos de Balneário Camboriú é trazer à tona o quão triste e como funcionam as coisas quando se envolve política nestes país. É uma novela interminável, envolta em burocracias e interesses. É lamentável. Quantos governadores, secretários de Turismo já passaram durante todo este período? Quantas reuniões participamos e quantas vezes dissemos: ‘agora vai!’. Durante este período todo, quantos prédios e grandes obras foram construídas pela iniciativa privada? A população de Balneário Camboriú mais que dobrou, o mundo mudou, estamos vivendo uma das fases mais complexas da nossa história e ainda estamos aqui discutindo sobre o Centro de Eventos, uma obra que pode mudar a história da nossa região, parada, enrolada. Eu, como empresária do turismo, os mais atingidos da pandemia, sinceramente tento me encher mais uma vez de esperança e torcer  para que haja serenidade e espírito comum nas decisões e que seja feito uma comunicação definitiva, que honre a seriedade de como são vistos os catarinenses”.

“Precisa abrir logo e quem gerir precisa ter capacidade”

Ricardo Fiedler, sócio proprietário da Big Wheel

“Infelizmente aconteceu essa situação. Para a cidade, no contexto pós pandemia, é primordial termos o Centro de Eventos em funcionamento. Não tem porque um empreendimento desse porte estar parado gerando custos, esperamos que seja resolvido logo. É uma pena, mas sabemos que a questão pública exige transparência e cautela. Torço para que seja resolvido logo e que antes do verão a gente tenha uma resposta. Balneário logisticamente é muito boa, pode acontecer o evento e ainda desfrutar da praia, dos atrativos, restaurantes e comércio. O Centro de Eventos vai ser um sucesso, conheci ele e tem uma estrutura muito boa, a arquitetura impressiona, será muito legal fazer lá, tudo é de alta qualidade. Precisa abrir logo e quem gerir precisa ter capacidade. Vamos acompanhar. Somos de Balneário e torcemos para a cidade seguir se desenvolvendo, com mais atrativos, hotéis e investimentos. Pensamos assim: quanto mais coisa tiver, melhor para todo mundo. Não existe concorrência aqui, pois quanto mais atrativos, mais pessoas vêm para Balneário. O Centro de Eventos é um segmento que ainda não participamos, e assim como Gramado/RS consegue se sustentar pelos eventos na época de baixo movimento, com convenções até mesmo a nível internacional, também podemos receber eventos de grande porte”.

The post Balneário Camboriú tem urgência”, diz prefeito Fabrício Oliveira sobre o Centro de Eventos first appeared on Página 3 – Notícias de Balneário Camboriú.

Mais notícias dessa editoria

Advertisment

Leia também