Campanha contra Influenza vacinou 60% do público alvo em Balneário Camboriú

Relacionadas

A 23ª Campanha de Vacinação contra a Influenza (H1N1) imunizou até agora pouco mais de 30 mil moradores de Balneário Camboriú, o equivalente a 60% do público alvo. Os números ficaram bem abaixo do esperado. O percentual satisfatório será alcançar 80%.

A secretária da Saúde, Leila Crócomo disse que os números mostram que as pessoas optaram em vacinar contra Covid-19. Esse cenário aconteceu em todo o país, tanto que o Ministério da Saúde arrastou a campanha e depois abriu para toda população, independente de grupos prioritários. Mesmo assim, a adesão não correspondeu.

“Esse ano como tem a vacina contra Covid as pessoas deixaram de lado a da gripe. Esperávamos índices melhores, fizemos busca ativa, campanhas de publicidade pedindo que as pessoas viessem vacinar, mas ainda não houve realmente uma cobertura ideal, que seria superior a 80%”, afirmou.

Leila comparou a situação com a campanha do ano passado, quando ainda não havia vacina contra Covid-19.

“O Ministério da Saúde divulgou que quem vacinasse contra a gripe tinha risco menor de contaminar por Covid. Era a única esperança, a única vacina, todo  mundo queria fazer, foi além das expectativas, a demanda foi bem superior às campanhas anteriores”, lembrou a secretária. 

Ainda tem vacina

Leila recomenda que as pessoas que não vacinaram contra gripe, ainda podem fazer. Enquanto houver estoque, a imunização continua.

A imunização ocorre, das 8h às 12h, na unidade de saúde do Centro, localizada na Rua 1.500, e no drive-thru, ao lado do colégio Ivo Silveira. Nas demais unidades de saúde, das 8h às 12h e das 13h30 às 17h. 

É necessário levar a carteira de vacinação, incluindo a do Covid-19, caso tenha se vacinado, e um documento oficial com foto. Menores de idade devem ser acompanhados dos pais ou responsáveis.

A vacina protege contra três tipos de vírus Influenza, entretanto, não protege contra o Coronavírus. Apesar de a vacina não ter eficácia contra o vírus, a imunização ajuda os profissionais da saúde na exclusão do diagnóstico para a Covid-19, já que os sintomas são parecidos com o da gripe.

Covid-19

A pessoa que foi imunizada contra a Covid-19 precisa aguardar pelo menos 14 dias após a primeira dose da vacina para receber a Influenza. 

Quem apresentar sintomas (febre, dor no corpo e falta de ar) não pode ser vacinado. 

Caso tenham testado positivo para Covid-19, é necessário aguardar 30 dias após o início dos sintomas para que a imunização seja aplicada.

Prevenção

A transmissão dos vírus Influenza acontece por meio do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. 

Também ocorre por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com mucosas (boca, olhos, nariz).

Como se proteger 

  • Usar máscara; 
  • Manter distanciamento social; 
  • Lavar as mãos várias vezes ao dia; 
  • Cobrir o nariz e a boca com lenço descartável ao tossir ou espirrar; 
  • No compartilhar objetos de uso pessoal; 
  • Evitar locais com aglomeração de pessoas.

The post Campanha contra Influenza vacinou 60% do público alvo em Balneário Camboriú first appeared on Página 3 – Notícias de Balneário Camboriú.

Mais notícias dessa editoria

Advertisment

Leia também