Carlos Humberto cobra na Alesc a retomada da educação infantil particular e dos eventos em SC

Carlos Humberto cobra na Alesc a retomada da educação infantil particular e dos eventos em SC

O deputado Carlos Humberto Metzner Silva (PL), que renunciou ao cargo de vice-prefeito de Balneário, para assumir na Assembleia Legislativa (Alesc), utilizou a tribuna na terça-feira (6) para defender a retomada das aulas do ensino infantil nas escolas particulares e dos eventos no Estado, com as devidas medidas preventivas do Covid-19.

As duas indicações partem de movimento de profissionais dos segmentos, desde professores, diretores e donos de escolas (inclusive na região de Balneário com apoio da AMPE – Associação de Micro e Pequenas Empresas) e profissionais do setor de eventos, que inclusive fizeram manifestações em Camboriú e em Itajaí.

A retomada dos eventos já está permitida na região de Balneário, já que a cidade está na faixa amarela (Risco Alto) dos casos de Covid-19.

Retomada das escolas de educação infantil

Na última semana, Carlos Humberto recebeu representantes das escolas particulares de ensino infantil de todo o Estado, na oportunidade escutou que o atual momento que se encontram essas escolas é ‘péssimo’, lembrando que no período pré-pandemia existiam 830 escolas de ensino infantil particulares, e destas 150 já teriam fechado.

O deputado salientou em seu discurso que, se já não bastasse a preocupação com o encerramento de empresas e postos de trabalho, nas grandes cidades já é perceptível um déficit de vagas no ensino infantil e há possibilidade de as escolas públicas não terem condições de receber os cerca de 70 mil alunos matriculados nas instituições privadas.

“Isso geraria um custo aos municípios em mais de R$ 1,5 bilhões, fora a estrutura física que não existe”, afirmou Carlos Humberto,

O deputado defende o retorno facultativo (pais decidirão se os filhos irão ou não para a escola) para alunos e professores. O Governo do Estado não tem obrigação acerca da educação infantil, que é uma responsabilidade de cada município.

“A situação para as prefeituras é preocupante”, diz.

Deputado pede a liberação dos eventos

Os eventos sociais já foram permitidos a retornar em Santa Catarina, nas cidades que integram o Risco Alto, cor amarela – o caso de Balneário Camboriú e região -, e Risco Moderado, cor azul.

Porém, o deputado Carlos Humberto realizou a indicação da alteração do parágrafo 2° da portaria de número 710 da Secretaria de Saúde (de 18 de setembro de 2020), garantindo mais segurança ao retorno e a continuidade dos eventos.

“Qual é a diferença de um jantar de Bodas, com espaçamento, com 50% do espaço, para um restaurante que está ocupado? Eu fui almoçar no shopping, com espaçamento e com tudo, mas estava tudo cheio. Por que não pode fazer uma entrega de prêmio, uma palestra? Estamos no plenário agora. É só estabelecer regras, mas é necessário retomar os eventos em nosso estado, 900 mil catarinenses dependem de maneira direta e indiretamente dessa importante atividade econômica”, opinou.