Rodoviária de Balneário Camboriú reabriu nesta segunda-feira, mas cidade continua quase sem ônibus

Rodoviária de Balneário Camboriú reabriu nesta segunda-feira, mas cidade continua quase sem ônibus

A rodoviária de Balneário Camboriú reabriu nesta segunda-feira (8), mas as duas principais empresas que atuam na cidade e na região, Praiana e Expressul não estão operando; a primeira por proibição de circular em Itajaí (de onde partiriam as linhas) e a segunda por problemas financeiros e desacordos com a prefeitura.

O Governo do Estado liberou para os prefeitos a decisão sobre a retomada da circulação em cada cidade. Os ônibus estavam parados em Santa Catarina desde 18 de março.

Segundo o síndico da rodoviária, Rafael Pierozan, nesta manhã apenas dois ônibus, ambos da Catarinense, passaram no terminal. Ele explica que o movimento está ‘bem devagar, muito devagar mesmo’,

“A Catarinense, que é o maior movimento, não retornou oficialmente. A maioria das empresas não voltou com o serviço ainda, tanto que diversos terminais rodoviários de Santa Catarina não reabriram. Nossa expectativa é que o movimento siga reduzido pelo menos pelas próximas três semanas”, explica.

Veículos de transporte interestadual de passageiros, público ou privado, e serviços de fretamento e turismo seguem suspensos até 2 de agosto.

A rodoviária de Balneário está recebendo os ônibus apenas pelo portão C, assim é possível controlar o acesso dos passageiros e funcionários.

O síndico opina que ‘é melhor’ esse retorno devagar e gradativo, focando na segurança de todos.

“Já estávamos preparados para reabrir com pouco movimento. Estamos seguindo todos os protocolos sanitários, nossa equipe foi toda vacinada contra a gripe, temos EPIs para todos, seguindo as regras de espaçamento nos assentos de espera”, destacou.

A Secretaria de Saúde de Balneário Camboriú também está com uma tenda permanente no local, onde a equipe mede a temperatura de todos que descem dos ônibus, rodoviária, além de distribuir álcool em gel e dar orientações.

Passageiros com sintomas de Coronavírus são encaminhado ao anexo de covid-19 do Ruth Cardoso.

Público reclamando

O Página 3 recebeu diversas reclamações sobre a ausência dos ônibus.

Uma leitora, que mora em Balneário e trabalha em Itapema, informou que está gastando por mês R$ 600,00 de Uber e que já está devendo R$ 150.

Um morador de Camboriú também relatou para a reportagem que, por trabalhar em Porto Belo e não ter condições de gastar tanto com transporte por aplicativo, acabou tendo que optar por deixar o emprego, já que não teria como se locomover até a empresa.

Praiana não retornou

Com a permissão da volta dos ônibus a Viação Praiana pretendia voltar nesta segunda com a linha do Bem-Bom, que faz a rota de Itajaí a Balneário Camboriú, mas a prefeitura de Itajaí notificou a empresa para não circular.

Usuários questionaram nas redes sociais se não seria possível a Praiana operar em cidades como Balneário Camboriú, Camboriú, Itapema e Porto Belo, mas a companhia disse que ‘por enquanto está sem previsão de volta’ e pede que o público acompanhe as novidades através das redes sociais (clique aqui).

Expressul segue indefinida

O transporte local, feito pela Expressul, está indefinido, a empresa alega prejuízos e quer subsídio de R$ 400 mil mensais, o prefeito Fabrício Oliveira diz que vai contratar emergencialmente outra empresa que queira fazer o serviço.

Entidades se unem para buscar retomada segura na hotelaria

Entidades se unem para buscar retomada segura na hotelaria

 

(Vizzotto Editora) – Uma demonstração do protocolo de segurança que deverá ser adotado nos hotéis de Balneário Camboriú será realizada na próxima terça-feira (9), às 14 horas, no Hotel Sibara. Na ocasião, os profissionais de hotelaria apresentarão os principais procedimentos de prevenção e higiene à Secretaria Municipal de Saúde, Secretaria Municipal de Turismo, Comitê de Enfrentamento à Covid-19 e Vigilância Sanitária. A ação, que é coordenada pelo Sindisol e Comtur, foi oficializada em importante reunião na tarde da última quarta-feira (3), no Hotel Mercure, que contou com a presença da secretária municipal de Saúde, Andressa Hadad. Ela falou sobre a atuação do poder público no combate à Covid-19. O objetivo da ação é demonstrar à cidade que o setor está bem preparado para a retomada.

A reunião foi promovida pela Secretaria de Turismo de Balneário Camboriú (Sectur), Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Balneário Camboriú e Região (Sindisol), Conselho Municipal de Turismo (Comtur) e Balneário Camboriú Convention & Visitors Bureau.

O encontro também contou com a presença da coordenadora do Comitê de Enfrentamento à Covid-19, Rosalie Knoll, do assessor jurídico do Hospital Ruth Cardoso, médico infectologista Marcelo dos Santos, do fiscal municipal da Vigilância Sanitária, Danilo Santos, e da técnica em Segurança do Trabalho, Adriana Anselmo.

O Sindisol é uma das entidades que vem buscando alternativas para garantir segurança tanto à equipe de profissionais dos hotéis, quanto aos hóspedes.

“Esse é um momento único, em que percebemos o quanto podemos construir juntos. Por isso, o apoio da equipe da Secretaria de Saúde do nosso município é fundamental. Assim, é possível trocarmos ideias e apresentarmos nossos protocolos de segurança. Queremos que Balneário Camboriú seja conhecida como uma cidade segura diante do coronavírus, por isso estamos engajados em oferecer saúde a quem vive aqui e, também, aos visitantes”, destaca o presidente do Sindisol, empresário Isaac Pires.

A Rede

Balneário Camboriú conta com 25 mil leitos em hotéis e outros 25 mil disponíveis através de serviços de hospedagem on-line. Visando combater a proliferação da Covid-19, e proporcionar ao setor hoteleiro uma retomada segura, a equipe da Prefeitura Municipal orienta os empresários a redobrar os cuidados. Eles estão basicamente relacionados à limpeza dos cômodos, disponibilização de equipamentos de proteção individual aos colaboradores, distribuição de álcool em gel em pontos estratégicos, além de outros procedimentos essenciais que vão ser demonstrados na próxima semana no Hotel Sibara.

Junho Laranja: um alerta para o uso de álcool em tempos de pandemia

Junho Laranja: um alerta para o uso de álcool em tempos de pandemia

 40% dos acidentes que resultam em queimaduras são com crianças, dentro de casa

Nesse mês de junho, reservado à conscientização para prevenir queimaduras, a Unimed Litoral se junta ao esforço da Sociedade Brasileira de Queimaduras (SBQ) para alertar a população sobre os perigos de acidentes domésticos, amplificados devido ao uso maciço de álcool na pandemia de covid-19.

Segundo a SBQ, incidentes com fogo resultam em cerca de um milhão de vítimas todos os anos e 40% dos acidentes com queimaduras envolvem crianças, a maioria dentro de casa.

Por isso, em 2020 o foco da campanha de prevenção Junho Laranja será o público infantil, já que o risco só aumentou devido ao isolamento social e à popularização do uso do álcool.

Álcool gel x álcool líquido

Para ter efeito contra o vírus, o álcool deve ter entre 60% e 80%. No início da pandemia, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) simplificou a autorização emergencial para produtos com álcool nessa concentração, inclusive de álcool líquido. Esse maior acesso, segundo o Conselho Federal de Medicina (CFM), coincidiu com um aumento de casos de queimaduras, especialmente com álcool líquido. Em decorrência dessa situação, o CFM, chegou a aprovar nota pedindo ao governo a reavaliação dessa medida. Enquanto isso, a Sociedade Brasileira de queimaduras segue reforçando: o álcool líquido se espalha com mais facilidade e toma grande extensão do corpo. Recomenda-se que a pessoa não passe o produto no rosto e nem se aproxime do fogo após fazer uso do álcool nas mãos.

Apesar de popular, o álcool não é a única opção para desinfecção. A água com sabão é tão eficaz quanto, representando uma alternativa mais segura e barata, especialmente dentro de casa.

Primeiro socorro

Em caso de queimadura, em primeiro lugar resfrie a área atingida o mais rápido possível com água da torneira em abundância. Não aplique nenhum produto sobre a área queimada e dirija-se o mais breve possível para o Pronto Atendimento do Hospital da Unimed que dispõe do serviço para os chamados curativos complexos.

Queimaduras próximas às áreas articulares tendem a fazer retração de tecido, por isto a importância de uma abordagem inicial adequada e com placas de curativos específicas e especiais que só um serviço especializado pode proporcionar.

Nas queimaduras mais graves podem ser necessárias cirurgias reparadoras e fisioterapia.


Fonte: Schneider & Schneider Assessoria de Comunicação
Balneário Camboriú é a única cidade de Santa Catarina perto de atingir a universalização do saneamento básico

Balneário Camboriú é a única cidade de Santa Catarina perto de atingir a universalização do saneamento básico

(Foto Divulgação)

Apenas 98 cidades brasileiras estão perto de atingir a universalização do Saneamento Básico e Balneário Camboriú é uma delas. É o que apontou estudo divulgado pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES) nesta sexta-feira (5).

O estudo é feito com base nos dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS) e avalia o percentual de pessoas atendidas pelos serviços de abastecimento de água, coleta de esgoto e de resíduos sólidos e destinação adequada dos resíduos.

A partir destes dados, a ABES fez um ranking de pontuação das cidades, que vai de 0 a 500, sendo que para ser classificada como “rumo à universalização” é necessário ter mais de 489 pontos, Balneário Camboriú alcançou 492,46 sendo a única do estado de Santa Catarina a obter essa classificação e está entre as 40 cidades brasileiras nesta categoria.

A maior parte das cidades, 69,9% do total analisados na amostra está na classificação “empenho para universalização”, uma faixa de pontuação considerada intermediária, com pontuação que vai de 200 a 449,99. As com pontuação abaixo de 200 estão na fase chamada de “primeiros passos para a universalização”, e representam 12,9%.

BC MAIS SANEADA

Para o Prefeito Fabrício Oliveira, este reconhecimento é reflexo dos esforços concentrados nesta área. “Programas como como o Se liga na Rede que atua fortemente na fiscalização de ligações irregulares, o emissário pressurizado de esgoto bruto na Barra Sul e a ampliação da rede coletora de esgoto, que fazem de Balneário Camboriú uma das cidades mais saneadas do país, o que reflete diretamente na qualidade de vida e saúde de nossa população”, destaca.

Entre os investimentos, nos últimos três ano por meio da Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMASA) foram implantados mais de 50 Km de rede coletora de esgoto, entre novas e melhorias. Investimento de aproximadamente R$ 24 milhões, tornando Balneário Camboriú com 95% de rede implantada, uma das cidades mais saneadas do país. Em busca de atingir a universalização, iniciou em janeiro deste ano, a obra de ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) do Município, incluindo trechos de rede coletora de esgoto em cerca 52 ruas de 12 bairros. E está em andamento o projeto para implantação de rede nas praias do Estaleiro e Estaleirinho, orçado em R$ 13 milhões e previsão de licitação para ainda esse ano.

Informações Adicionais: Emasa (47) 3261-0000

Retomada dos ônibus intermunicipais será feita nesta segunda-feira

Retomada dos ônibus intermunicipais será feita nesta segunda-feira

Seguindo o plano de gestão regionalizada no enfrentamento à Covid-19, anunciado pelo governo estadual nesta segunda-feira (01), o transporte coletivo intermunicipal de passageiros retorna em Balneário Camboriú nesta segunda-feira, dia 8 de junho. O transporte intermunicipal de passageiros é o serviço que atende à demanda de deslocamento da população entre as cidades catarinenses.

Posto de Controle Coronavírus Rodoviária BC – 17.03.20 – Maria Julia Puppio

No entanto, a volta das atividades no Terminal Rodoviário será feita de forma gradativa e com medidas restritivas que garantam o combate e a prevenção ao coronavírus. Nesta sexta-feira (5), a equipe da Saúde e bombeiros voluntários de BC se reuniu para garantir que todos os passageiros e funcionários tenham um retorno com segurança.

As equipes da saúde estarão no local aferindo a temperatura e verificando as condições gerais de saúde, especialmente se os passageiros apresentam sintomas gripais. Segundo a Vigilância Epidemiológica, diante de qualquer sintoma, o passageiro será imediatamente dirigido ao Centro de Acolhimento e Tratamento da Covid-19 para consulta médica e possíveis encaminhamentos.

Para evitar que passageiros que entrarem no município, não passem pela verificação da barreira sanitária, optou-se em utilizar apenas o Portão C para desembarque de passageiros. A fiscalização sanitária será rigorosa, priorizando a saúde e segurança dos usuários.

Ainda, conforme representantes da rodoviária, algumas empresas de ônibus não retomarão as atividades nesse momento. Sendo assim, a Saúde informa que todas as ações tomadas para esse retorno do transporte serão moldadas mediante a demanda nas próximas semanas.

Veículos de transporte interestadual de passageiros, público ou privado, e serviços de fretamento e turismo seguem suspensos até 2 de agosto.

Fonte PMBC

Dia Mundial do Meio Ambiente: os problemas que ainda preocupam em Balneário Camboriú

Dia Mundial do Meio Ambiente: os problemas que ainda preocupam em Balneário Camboriú

Parque Raimundo Malta

O Dia se mostra ainda mais importante em tempos de pandemia

Renata Rutes

Nesta sexta-feira (5) é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente, data que procura conscientizar todos os países sobre a necessidade de preservar o meio ambiente. O Dia se mostra ainda mais importante em tempos de pandemia, inclusive com dados de grandes cidades que, por estarem com o fluxo de trânsito menor, já notaram até mesmo uma melhora no ar – como é o caso de São Paulo e Belo Horizonte, por exemplo. Neste ano, o tema é biodiversidade e a Colômbia, em parceria com a Alemanha, é o país anfitrião.

Em Balneário Camboriú, uma programação focada na Semana do Meio Ambiente estava planejada desde fevereiro, mas teve que ser cancelada.

Para lembrar a data, o Página 3 conversou com autoridades ligadas ao assunto que opinaram sobre como a cidade está e o que ainda precisa melhorar por aqui no cenário ambiental. Confira abaixo.

“As ações e cuidados com o meio ambiente não estão em quarentena”

Maria Heloísa Furtado Lenzi, secretária do Meio Ambiente de Balneário Camboriú

“Havíamos definido uma programação de Educação Ambiental bem bacana com diversos eventos para acontecerem ao longo do ano e principalmente na Semana de Meio Ambiente, como a realização de mutirões de limpeza, blitzes ambientais, um simpósio e uma feira de sustentabilidade, que estávamos planejando desde fevereiro, mas infelizmente com a pandemia tivemos que cancelar. Assim, mantivemos a programação que não gera aglomerações de pessoas, como a doação de mudas e o recolhimento de lâmpadas que são atividades feitas todos os anos.

A equipe do programa Terra Limpa, em conjunto com a Secretaria de Educação, está realizando aulas online com os temas ambientais e, com a Emasa, o mascote Jacamasa lançou aos estudantes um desafio onde vídeos com temas relativos aos recursos hídricos e tratamentos de efluentes estão sendo disponibilizados. Ao responderem o desafio, os estudantes participam de um sorteio com brindes que serão entregues nesta sexta-feira (5). Os técnicos da SEMAM também participaram, a convite do Estado do Mato Grosso do Sul, de um ciclo de palestras online onde compartilharam a experiência de Balneário na gestão dos resíduos sólidos e nosso excelente resultado no crescimento da coleta seletiva, com o projeto Reciclabc. Outra ação importante foi a abertura do PEV para recolhimento de eletrônicos, uma demanda já atendida pela Acibalc, mas que precisava ser ampliada.

Com a dificuldade em reunir pessoas, tivemos que nos adaptar porque as ações e cuidados com o meio ambiente não estão em quarentena.

A fiscalização da pesca da tainha, que segue até o fim de julho, está sendo feita com atendimento de denúncias e com a saída da lancha em horários diversificados. Já tivemos apreensão de uma rede e diversas abordagens. Sobre a Bandeira Azul, entregamos o relatório das atividades realizadas nas temporadas 2019/2020 na última sexta-feira (29) e já estamos com as praias Estaleiro e Estaleirinho inscritas para o próximo ano.

A próxima etapa é a análise do Comitê Nacional. Uma preocupação que estamos tendo são os incêndios, que são consequência da estiagem e certamente alguma ação humana, não necessariamente intencional. Nossa mata, por ser tropical, é sempre verde, poucas árvores perdem as folhas no outono-inverno, mas em geral onde há agrupamento de pinus e a camada de serrapilheira (folhas no chão) é maior, e com isso a probabilidade de ocorrer fogo aumenta. E esta serrapilheira abaixo do pinus é uma camada muito espessa, por isso o rescaldo faz com que o fogo possa retornar mesmo quando aparentemente foi controlado. As espécies invasoras, como o pinus, são altamente prejudiciais ao meio ambiente e, por isso, é necessário que sejam erradicadas ou no mínimo controladas.

Os técnicos da SEMAM estão trabalhando num projeto de supressão de espécies exóticas invasoras para a APA e já conseguimos inclusive o recurso junto ao Ministério Público Federal para uma parte da ação, mas em virtude da pandemia o recurso só será disponibilizado no próximo ano.

Outro assunto que debatemos com frequência é a situação da APA Costa Brava. O Conselho Gestor da APA formou um novo grupo de trabalho com o objetivo de sugerir os índices complementares, se assim posso chamar, mas as reuniões foram bastante prejudicadas pela pandemia, por isso o trabalho demorou mais do que o esperado. Estamos na reta final e então estudamos fazer a reunião do Conselho Gestor online para dar continuidade ao trabalho do Plano de Manejo. Já foi definido pelo Conselho a permissão para construir até três pavimentos. A fiscalização continua atuando, a exemplo da ação realizada no último sábado (30) e que continuou nesta semana com a demolição de toda ocupação irregular que foi identificada no Estaleiro”.

 
Fiscalização da tainha
Semam


“Estamos passando por um momento complicado”

David La Barrica, vereador e presidente da Comissão de Preservação do Meio Ambiente e Turismo (CPMAT) da Câmara

“A pior situação ambiental de Balneário Camboriú, em minha opinião, é o Canal do Marambaia. Porém, há várias ações sendo feitas para melhorar isso, que desde sempre é um problema para a nossa cidade. Acredito que com as ações da EMASA isso deve melhorar.

Sobre a APA, sou a favor da construção lá, mas desde que ordenada, não ‘a la vontê’. Precisa ser algo moderado, com estratégia e planejamento, porque nos preocupamos em não perder essa área. Não sou contra construir, mas precisa ser algo bem limitado para não virar uma Avenida Atlântica. Ultimamente estamos discutindo na Comissão projetos voltados aos pescadores, o Canal do Marambaia e também a situação da APA.

Me preocupo também com os incêndios recentes, por conta da seca, e também com pessoas maldosas, que querem se sobressair para poderem construir nesses terrenos.

Estamos passando por um momento complicado, a pandemia do Covid-19, mas o Dia do Meio Ambiente é uma data muito importante. O meio-ambiente é tudo, dependemos dele. Balneário Camboriú é uma das grandes cidades que ainda tem uma boa área verde. Temos praias lindas, lugares intocados como Taquarinhas. Somos privilegiados”.

“Temos que resolver o nosso problema”

Mário Clivati Neto, advogado e presidente da Comissão de Meio-Ambiente da OAB de Balneário Camboriú

“O maior problema que eu vejo, e que é a visão da Comissão de Meio-Ambiente da OAB também, é o saneamento básico de Balneário Camboriú, que é uma questão nevrálgica de muitos anos. Passam governos, ano a ano, e ninguém resolve. O prefeito Fabrício Oliveira deu uma melhorada no Canal do Marambaia, mas a pandemia fez o foco mudar e a situação ficou novamente de lado. Esse problema do esgoto também se reflete em Camboriú, que não trata e lança o esgoto no Rio Camboriú, que está poluído. Temos que resolver o nosso problema e eles também precisam atuar nesse sentido.

A questão dos incêndios também nos preocupa, emitimos uma nota falando sobre, e demandaremos uma atenção especial para isso, porque não era comum acontecerem em nossa cidade; estamos pensando em uma campanha de prevenção e mais cuidado. A APA Costa Brava é uma situação que também vem se arrastando desde os anos 2000, assim como o saneamento básico. A construção da Rodovia Rodesindo Pavan exigiu na época um planejamento para ordenar as construção, mas isso causou um bloqueio na população local, impedindo o crescimento dos comércios e também dos moradores, que sofrem e reclamam que não há farmácia, padaria, mercado. Os mais próximos são na Barra. Mas hoje a OAB prima pela preservação da área, que precisa se desenvolver de forma sustentável. Vemos que o prefeito Fabrício está tendo um pensamento parecido com o nosso, como a indicação do parque ecológico em Taquarinhas, que seria focado no Turismo Ecológico.

O Dia do Meio Ambiente é muito importante, principalmente pela conscientização. As questões ambientais estão também ligadas até mesmo com a pandemia, já que surgem novas doenças e acaba sendo uma situação de saúde pública. As grandes empresas, países mais desenvolvidos, não concordam com o desmatamento, estão impondo embargos, e veem o quanto o meio-ambiente é importante. Infelizmente a data foi um pouco ofuscada pelo Coronavírus, mas é de extrema importância. A natureza é a espinha dorsal de várias situações do cotidiano”.


Lixo Zero fará live para lembrar o Dia

O programa Lixo Zero de Balneário Camboriú irá fazer uma live nesta sexta-feira (5), às 20h, pelo Instagram (@lixozerobc). Lívia Garcia Prado, Embaixadora Lixo Zero, explica que o tema do bate-papo ao vivo, que será comandado por ela e por Pâmela Medeiros Gomes, proprietária da 29Kombucha, a primeira empresa 100% Lixo Zero da região, será sobre tudo o que a população de Balneário pode fazer para diminuir o impacto no meio-ambiente.

“Como, por exemplo, fazer trocas sustentáveis, escolher de quais empresas consumir, comprar roupas já usadas de brechós, reutilizar a água que usamos para lavar louça ou roupa para dar descarga ou lavar o chão”, diz.

Lívia e Pâmela também vão comentar sobre questões importantes que marcaram o último ano, como as queimadas na Amazônia e como elas interferem em Santa Catarina, a exemplo da seca que está afetando o Estado. “O Dia do Meio Ambiente é um dia para reforçar a importância de cuidarmos da nossa natureza, o que deve acontecer todos os dias, claro. No atual cenário se faz ainda mais importante, pois temos muitos problemas em pauta, como a MP910, por exemplo, e também o descaso do nosso atual governo com a biodiversidade”, completa.


IFC Camboriú promove debate on-line sobre pandemia e o meio ambiente

No Dia Mundial do Meio Ambiente 5), o Núcleo de Gestão Ambiental (NGA) do IFC/Campus Camboriú promove o debate em torno da temática “A pandemia e o meio ambiente”. A escolha do tema, de acordo com o coordenador do NGA, Joeci Ricardo Godói, é uma forma de lembrar as pessoas de que o meio ambiente compreende diversos assuntos além de água, resíduos sólidos, florestas etc.

“Ele também envolve as atividades urbanas do ser humano”, destacou. De acordo com Joeci, o objetivo do evento é levar ao público os diversos fatores ambientes que se relacionam com o momento de pandemia e isolamento social.

Programação

O evento inicia às 13h30, com as palestras sobre “Relações entre a poluição do ar e a pandemia”, com Leonardo Hoinaski, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), e “Mobilidade urbana e pandemia: desafios e perspectivas”, com Roberta Raquel (IFC Camboriú) e André Soares (União de Ciclistas do Brasil).

No final do dia, às 18h, a programação o encerramento com as palestras: “Pandemia e infodemia: o papel da ciência no enfrentamento da Covid-19”, com a docente do IFC Camboriú, Letícia Lenzi, e a “Atuação da Defesa Civil frente a Covid e aspectos ambientais”, com Cleonice Beppler, também professora do campus.

Todo o evento será realizado ao vivo no Youtube do IFC

Fonte: Coordenadoria Especial de Comunicação

Univali realiza encontro online e debate entre oceanógrafos

Três egressos (Caroline Schio, presidente do Instituto de Monitoramento Mirim Costeiro de Garopaba; a oficial de Náutica da Marinha Mercante, Marina Horn e Pedro Ribeiro, formado em Oceanografia na Univali, mestre em Geografia na UFSC) e o coordenador do curso de Oceanografia da Univali, professor Márcio Tamanaha, que é doutor em Ciência e Tecnologia Ambiental pela Univali (parcial na Sir Alister Hardy Foundation for Ocean Science – Plymouth, UK), participam nesta sexta-feira (5), a partir das 14h, de um webinar sobre a profissão.

O evento online ocorre no Dia Mundial do Meio Ambiente e terá como pauta as atividades relacionadas, campos de atuação e contexto de mercado dos profissionais de Oceanografia. Acompanhe aqui.


ONU se une ao cantor Lenine

O Dia Mundial do Meio Ambiente é a principal data das Organização das Nações Unidas (ONU) para impulsionar a sensibilização e encorajar ações em todo o planeta em prol da proteção ambiental, incentivando governos, empresas, organizações e indivíduos a concentrarem seus esforços em uma questão ambiental premente.

Lenine

Para celebrar a data, a ONU se une ao Museu do Amanhã e juntos promovem nesta sexta-feira (5), a partir das 17h, um bate-papo e live musical com o cantor e ativista ambiental Lenine. Em clima intimista, Lenine irá intercalar músicas e conversas com o curador do Museu do Amanhã, Luiz Alberto Oliveira, abordando questões como a importância de Arte & Ciência em tempos de Coronavírus, e a possível relação, para ele, da criação musical e da criação de orquídeas – ele é botânico autodidata e colecionador da espécie.

A transmissão será por aqui

Balneário Camboriú, uma cidade pós-pandemia

Balneário Camboriú, uma cidade pós-pandemia

Por Rogério Cléle

A maior crise sanitária do século XXI, o Corona Vírus, impactou e ainda impactará drasticamente as estruturas sociais, políticas e econômicas de países, estados e cidades do mundo a fora. Mesmo os melhores especialistas no assunto, são incapazes de mensurar os reais efeitos que o vírus trará para vida de todos.

Além de um saldo de milhares de mortes, os dados mostram que o COVID19 atingiu em cheio a economia do mundo. Para Angel Gurría, Secretário-Geral para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), os efeitos econômicos dessa pandemia já são maiores que a crise financeira de 2008.

No Brasil, os impactos não estão e não serão diferentes. Já no primeiro trimestre de 2020, de acordo com dados do IBGE, o PIB do país apresentou uma retração de 1,5% e a previsão dos economistas é que haja uma queda de 6,25% do PIB do país. Diante desses dados, é natural que as os municípios sintam os efeitos dessa pandemia, cabe a nós, cidadãos balneocamboriuenses, uma reflexão URGENTE, de qual cidade teremos pós-pandemia.

Como exposto, nenhuma previsão é exata ou realista dos reais efeitos dessa pandemia, no entanto, é de extrema importância que as lideranças políticas municipais e a própria sociedade como um todo, se esforcem em realizar um exercício de reflexão dos caminhos a serem tomados para mitigar esses efeitos, haja vista que, é na cidade que a vida das pessoas acontecem, que os empregos são gerados e que as políticas públicas são implementadas de forma efetiva.

Ouso aqui apresentar cinco temáticas que a serão desafios a serem enfrentados pela cidade nos próximos anos, algumas delas, com ações já iniciadas, outras ainda não.

1 – Revisão urgente no Plano Diretor . Principal instrumento de planejamento da política urbana de uma cidade, ajuda a apontar um norte de crescimento urbanístico, que no caso de Balneário Camboriú, influência no desenvolvimento econômico devido a construção civil, e que na teoria, deve ser construído de forma coletiva entre sociedade e poder público. De acordo com o Estatuto das Cidades, o plano deve ser revisto a cada dez anos, no caso, estamos atrasados a três anos;

2 – Desenvolvimento de novas matrizes econômica. O Corona Vírus nos fez enxergar o quanto ainda somos dependentes do turismo e da construção civil em Balneário Camboriú, e o quanto a saúde econômica da cidade é afetada no caso de uma crise, ainda que sanitária, nesses setores. Nos últimos anos Balneário tem apresentado esforços no sentido de diversificar sua matriz econômica, principalmente com ações como a Sala do Empreendedor e o Inova BC, porém, os resultados ainda estão distantes do ideal, para ser identificada como uma cidade que soube também, desenvolver-se na área da tecnologia e inovação.

3 – Cidade vista sobre um olhar regional: Já não é de hoje que se tem defendido que algumas ações da cidade deve ser pensada e planejada de forma regional, principalmente assuntos ligados a área de saúde e de transporte público. A pandemia evidenciou a importância que o Hospital Ruth Cardoso tem para a região, uma vez que tem servido de referência do acolhimento e tratamento do COVID19 para outros municípios. O transporte público sofreu um revés. A empresa que possui concessão do transporte público na cidade, afirma que não tem mais condições de prestar o serviço, uma vez que, nos últimos anos tem amargado prejuízos financeiros devido ao modelo atual de subsídio.

4 – Representatividade Política: Nossa representatividade política a nível estadual e federal não é condizente com com a importância que a cidade tem para o Estado e para o Brasil. O último Deputado Estadual eleito,com raízes na cidade foi eleito em 2014, e o último representante na Câmara Federal foi eleito em 1995, ou seja, temos uma vacancia de representantes eleitos que possam defender os interesses legítimos da cidade.

5 – Um olhar para o futuro: A cidade completará este ano 56 anos, uma cidade jovem em relação a outras tantas do Brasil. Para onde vamos crescer? Quais serão nossas matrizes econômicas? Como vamos nos locomover? Como será nossa qualidade de vida? Como será o futuro de Balneário Camboriú? É essencial criar um ambiente que incentive os cidadãos a refletirem sobre o futuro da cidade juntamente com o poder público, e que essa reflexão possa servir de estímulo para que juntos, possamos encontrar caminhos alternativos para uma cidade pós-pandemia.

Rogério Cléle
Administrador Público

Previsão do tempo para sexta-feira (5)

Previsão do tempo para sexta-feira (5)

Consulado do Grêmio arrecada fundos para manter a sede em Balneário Camboriú

Consulado do Grêmio arrecada fundos para manter a sede em Balneário Camboriú

O Consulado do Grêmio de Balneário Camboriú, que faz ações sociais na cidade, desta vez pede auxílio para manter a sua sede, que fica na Rua 3.030, nº 70, no centro. Sem o calendário de futebol, fortemente impactado pelo Coronavírus e sem previsão de volta, a executiva do Consulado lançou a campanha SOS BASE – Salve a sede do Consulado do Grêmio de Balneário Camboriú. A ideia dos gremistas é conseguir o apoio dos torcedores para manter o funcionamento da sede em Balneário neste ano.

A sede gremista funciona desde 2019 e era aberta em todos os jogos do Grêmio para qualquer torcedor identificado com o clube, contando com taças, camisetas históricas e souvenires. O Consulado, que desde 2015 organiza as atividades em Balneário Camboriú para aproximar o torcedor do clube gaúcho, agora precisa de ajuda. O diretor regional do Grêmio, Thomas Haag, comentou como surgiu a iniciativa e explicou a importância da ação.

“É importante frisar que não somos torcida organizada. Nossa principal receita era a venda de bebidas. Sem os jogos não temos como manter nossos custos e principalmente o aluguel que em Balneário Camboriú é bastante salgado. Pedir a ajuda ao nosso torcedor é a única forma de manter o funcionamento em 2020. Sem ela corremos sério risco de fechar”, diz.

A contribuição está sendo realizada através de uma plataforma virtual de crowfunding, onde há várias recompensas a partir de R$10. Saiba mais: aqui.

Grupo Solidariedade e Amor está precisando de ajuda, porque pedidos não param de chegar

Grupo Solidariedade e Amor está precisando de ajuda, porque pedidos não param de chegar

A equipe do Solidariedade e Amor

Desde o início da pandemia, o grupo Solidariedade&Amor já ajudou mais de duas mil pessoas, entregou mais de 500 cestas básicas, doou roupas, remédios, fraldas, mas os pedidos continuam chegando. Juliana Ferreira de Deus, responsável pelo grupo, disse que estão chegando pedidos de pessoas que antes não precisavam de ajuda. Outra situação nova que a pandemia trouxe é que o grupo começou a atender moradores de rua.

“Nunca trabalhamos com moradores de rua, até descobrir famílias inteiras que foram despejadas porque não podiam mais pagar aluguel. Também estamos atendendo muitas pessoas desempregadas, empregadas domésticas, faxineiras, motoristas, guias de turismo, pessoas que trabalhavam em baladas”, disse.

O trabalho triplicou e os atendimentos passaram a ser diários, com entrega de marmitas, lanches que o grupo consegue entregar, graças à parceria com dois restaurantes.

“O Ohana Sushi Bar que fornece marmitas diárias para nós e o restaurante La Belle, da avenida Atlântica, que nos fornece toda quinta-feira cerca de 100 marmitas. Os estudantes da Unisociesc também nos ajudam esporadicamente, entregando uma centena de marmitas. Os lanches são fornecidos pelos voluntários, sanduíches, bolos, café quentinho. Também temos dois voluntários confeccionando máscaras que fornecemos todos os dias e estamos pedindo cobertores, roupas de frio”, segue Juliana.

O tradicional Bazar de roupas, calçados, cama/mesa/banho e artigos variados que o grupo promove há anos semanalmente passaram a ser diários.

“Recebemos muita ajuda, doações da comunidade, também recebemos cestas básicas e alimentos avulsos pela Vakinha (agora parou), mas o forte ainda são os bazares, porque com esse dinheiro que arrecadamos compramos remédios, fraldas, ração, para ajudar muitas pessoas em hospitais, asilos e orfanatos”, detalhou.

O bazar funciona no Hotel do Bosque, na avenida Brasil, 22, onde é a sede do grupo e a entrega deve ser feita com hora marcada (47-96073741).

“Precisamos muito agradecer a direção do hotel, que abriga a nossa sede há mais de um ano, não cobra nada, nem a luz que usamos e ainda os funcionários recebem doações quando não estamos no local. É muito importante para o nosso trabalho”, concluiu Juliana. 

Máscara Gigante de Navegantes se transforma em 12 mil máscaras para região

Máscara Gigante de Navegantes se transforma em 12 mil máscaras para região

A Máscara Gigante chamou atenção na rodovia

“Proteja-se, Use máscaras!”

A exibição de uma Máscara Gigante, com 240 metros quadrados de malha dupla, foi realizada no último fim de semana, em Navegantes e, de acordo com pesquisas realizadas, não existe no mundo outra peça com esta dimensão. A ação fez parte da campanha “Proteja-se, Use máscaras!” que agora avança para sua etapa final, que é a doação das máscaras para a comunidade da região e também para profissionais de comunicação.

4,7 mil para Amfri

Nesta quarta-feira (3), mais de 4,7 mil peças foram entregues ao presidente da Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí (Amfri), prefeito de Balneário Piçarras, Leonel José Martins. As unidades serão repassadas às prefeituras dos 11 municípios e a quantidade de unidades que cada cidade receberá é proporcional ao número de habitantes.

4 mil para imprensa

Além da doação feita por meio da Amfri, outras cerca de 4 mil máscaras serão entregues aos profissionais de imprensa do Estado nos próximos dias. Elas serão entregues nos locais de trabalho.

3,6 mil para empresas, igrejas

A empresa responsável pela campanha, localizada em Navegantes, já contabilizava a entrega de outras 3,6 mil unidades que foram doadas para entidades, indústrias, empresas privadas, igrejas e alguns municípios.

Aumento de casos de COVID-19 acelerou entrega

No início da Campanha, a ideia era transformar a Máscara Gigante em máscaras de tamanho padrão para serem doadas à comunidade. No entanto, com o aumento do número de casos de Covid-19 nos últimos dias, a empresa responsável pela campanha optou em produzir e doar máscaras iguais ao acessório gigante, para agilizar a entrega.

“Queremos garantir que os itens cheguem o mais rápido possível à população. Se seguíssemos com o plano original levaria mais tempo para higienizar o tecido e preparar as novas máscaras. Com o aumento de casos, optamos por antecipar a doação”, conta o diretor da empresa, Rogério Tomaz Corrêa.

Máscara Gigante exibida no fim de semana

A Máscara Gigante, de 40×16 metros, ficou exposta às margens da BR 470, nos dias 30 e 31 de maio e 1 de junho. A estrutura, equivalente a um prédio de seis andares, contou com mais de 20 contêineres e chamou a atenção de quem passou pela rodovia na cidade de Navegantes. O espaço foi equipado com iluminação noturna e estrutura drive-in, para que as pessoas pudessem fotografar de dentro dos veículos, sem aglomeração.

O empresário Rogério Tomaz, diretor da empresa responsável pela Campanha “Proteja-se, Use máscaras!”, conta que o resultado da exposição da Máscara Gigante superou as expectativas.

“As fortes rajadas de vento atrasaram o cronograma de montagem da Máscara Gigante, mas concluímos o nosso propósito com sucesso. A exibição teve uma repercussão acima do esperado, pois recebemos grande apoio da imprensa e das pessoas que vieram prestigiar e agora estão ajudando a divulgar esta causa tão importante para salvar vidas. Nos próximos dias, a população usará as novas máscaras para proteger a si mesma e outras milhares de pessoas.”

Curiosidades sobre a Máscara Gigante

  • Mais de 1000 garrafas Pet foram utilizadas em sua confecção.
  • Foram utilizados, em sua exibição, 1.400 metros de cordas e 1.600 metros de lonas, ambas feitas de Pet.
  • A instalação exigiu 22 horas ininterruptas do trabalho de 10 homens.
  • O comprimento total, de 40,88, é maior que o Cristo Redentor do Rio de Janeiro.
  • O tecido utilizado na fabricação é equivalente a 600 camisetas.
Panquecas americanas: receita afetiva, por Duda Altmann

Panquecas americanas: receita afetiva, por Duda Altmann

Duda Altmann

A história da panqueca americana na minha família começou nas datas comemorativas, como a maioria das tradições alimentares acontecem. Todo aniversário ou data especial (Dia das Mães, Dia dos Pais, Dia das Crianças) é comemorado com panquecas, normalmente servidas na cama. Quando eu era pequena, meus pais me ensinaram a preparar as panquecas. Todo Dia das Mães, eu e meu pai acordávamos cedo, íamos para a cozinha e preparávamos as panquecas para a minha mãe sem ela saber. Era para surpreendermos ela ainda na cama.

Nesses dias especiais, todos ficam aguardando ansiosamente pelas panquecas na cama. Se é dia dos Pais, meu pai fica na cama até chegarmos com sua bandeja repleta de panquecas, frutas, geleia e café passado na hora.

Nossa família gosta muito de cafés da manhã e sempre teve a tradição de uma refeição farta pela manhã, com pães, cucas, bolos, geleias e antepastos. Tudo artesanal e nada industrializado. Como somos amantes da cozinha, é um prazer preparar essas panquecas para a pessoa amada pela manhã.

Com a quarentena, as pessoas ficaram em casa e se depararam com a necessidade de preparar sua própria comida. Porém, algumas pessoas não tinham ideia de como cozinhar. As lives no Instagram se tornaram cada vez mais presentes e amantes da cozinha arregaçaram as mangas e começaram a ensinar suas receitas preferidas. Eu fui uma delas.

Programei uma live para fazer nossas famosas panquecas americanas. Mas a ideia foi preparar junto com quem estava assistindo. Por isso, divulguei a lista dos ingredientes com antecedência, tirei dúvidas e pedi que todos deixassem tudo preparado. Na hora marcada, preparei duas versões de panquecas americanas (uma vegana e outra tradicional) ao mesmo tempo e servi com café, frutas, geleias e mel/melado;
As receitas estão salvas nos destaques da minha conta do Instagram. O mais legal foi o retorno das pessoas que cozinharam comigo. Recebi muitas fotos e divulguei no meu insta (@duda_altmann). Mesmo semanas depois da postagem, ainda recebia fotos.

Foi muito gratificante ver as pessoas se aventurarem na cozinha para cozinhar algo tão tradicional na minha família. Em meio a todo esse caos e notícias ruins, sem poder ver nossos entes queridos e nossos amigos por estarmos em casa, acredito que a comida traz afeto, carinho e conforto na nossa alma e é por isso, inclusive, que escolhi ser cozinheira. Então vamos à receita das famosas panquecas.

Receita de panquecas americanas

Ingredientes:
– ¾ de xícara de farinha de trigo;
– ¾ de xícara de leite;
– 2 colheres de sopa de manteiga derretida;
– 1 colher de sopa de açúcar;
– 1 e ½ colher de chá de fermento químico;
– ½ colher de chá de sal;
– 1 ovo;
– Mel, geleia, frutas ou o que preferir colocar em cima.

Modo de preparo:
Peneire a farinha, o açúcar e o sal numa bacia;
Em outra bacia, bata o ovo por 2 minutos;
Junte o leite delicadamente;
Aos poucos, junte a mistura dos secos com o ovo e o leite;
Adicione a manteiga derretida;
Por fim, adicione o fermento e mexa com uma espátula até ficar homogêneo;
Aqueça uma frigideira, unte com óleo e, com uma concha, espalhe a massa no centro;
Frite até os dois lados estarem dourados;
Cubra com geleia, mel, frutas, ou o que preferir.

Sou Duda Altmann (@duda_altmann) formanda em Bacharel de Gastronomia na Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI), tenho 20 anos e sou sócia da Altmann’s Cozinha Artesanal. Desde os 6 anos de idade faço bolos por hobby e aos 10 anos vendia cupcakes na escola para comprar uma guitarra (e consegui!). A cozinha sempre esteve muito presente na minha vida, pois minha família inteira cozinha. Amo o que faço e espero poder utilizar desse conhecimento para fazer projetos sociais a fim de ajudar crianças e pessoas que não conhecem a arte de cozinhar. Além de fazer com que as pessoas tenham mais acesso à comida de verdade e menos comidas prontas, cheias de aditivos químicos industrializados. Cozinho sempre com a alma e é por isso que escolhi essa profissão.

Ter um Purificador Europa é ter mais garantia

Ter um Purificador Europa é ter mais garantia

EUROVIP 30 ANOS

Somos distribuidores dos Purificadores Europa para a região desde abril de 1990.

São mais de 30 anos de trabalho e paixão pelo que fazemos.

Instalando um Europa você adiciona SEGURANÇA à sua vida.

Não precisará mais receber entregadores de água mineral em sua casa ou ir pra mercados comprá-la.

Para nós, o importante é deixar a sua vida mais leve, com a segurança de estar proporcionando uma água de qualidade para sua família.

#europa#segurança

 http://www.eurovipfiltros.com.br/

EUROVIP BALNEÁRIO CAMBORIÚ – 3ª AVENIDA – Nº 1171 – SC
47 3367.5050 – 47 9 9927.7893

EUROVIP BRUSQUE – RUA JOÃO BAUER – Nº 245 – SALA 01 – SC
47 3044.1010 – 47 9 9951.9132

Campanha oferece mudas de frutíferas e ornamentais a preços acessíveis

Campanha oferece mudas de frutíferas e ornamentais a preços acessíveis

A 28ª Campanha de Repasse de Árvores Frutíferas e Ornamentais, que a prefeitura realiza todos os anos, inicia nesta quarta-feira (3), na Barra. São mudas de frutíferas e ornamentais a preços de custo. As encomendas devem ser feitas até o dia 10 de julho e a entrega vai acontecer de 27 a 31 de julho.

As frutíferas são: laranjeiras, tangerinas, limeiras, caquizeiros, macieiras, videiras, jabuticabeiras, pessegueiros, kiwis, pereiras, entre outras.

Entre as ornamentais estão ipês, grevilha, extremosa e chuva de ouro, entre outras.

A Campanha foi desenvolvida pela Secretaria de Desenvolvimento e Inclusão Social, através do Departamento de Economia Artesanal (DEA), anexo à Colônia de Pescadores no Bairro da Barra, onde devem ser feitas as encomendas e também no Departamento de Paisagismo, no Bairro dos Municípios. As mudas são enxertadas e provenientes de um viveiro legalmente estabelecido.

O objetivo da campanha é despertar nas pessoas o interesse para uma alimentação e um estilo de vida mais saudável. Com acesso às mudas frutíferas, é possível investir em pomares nos quintais, sítios e chácaras.

Informações – (47) 3366 2749 e (47) 3363 9534. 

O “novo normal”: rotinas se adaptam e vão formatando outro estilo de vida

O “novo normal”: rotinas se adaptam e vão formatando outro estilo de vida

O

Caroline Cezar

No início da pandemia era comum fazer previsões para “quando as coisas voltarem ao normal” ou “quando a pandemia acabar”. Os mais resistentes a mudanças ficavam contando os dias para “isso passar e tudo voltar como era antes”. Hoje, com mais de dois meses de restrições sociais e os efeitos do vírus ainda em expansão -especialistas afirmam que ainda não chegamos ao ápice- muitas pessoas já se adaptaram e as necessidades foram se transformando.

O forte pilar de todas essas mudanças é a internet, que possibilita que as pessoas estudem, trabalhem, se exercitem, se encontrem e façam arte ligados pela rede virtual. Essa não é uma novidade, mas algo que estava aparentemente sendo pouco utilizado pelo hábito do encontro presencial, apesar de todas as desvantagens que isso acarreta – o tempo perdido no trânsito por exemplo, com milhões de pessoas se movendo nas ruas no mesmo horário para chegar aos seus locais físicos de estudo, trabalho, lazer.

Parece que sem o deslocamento físico é possível ganhar tempo e presença, que pode ser distribuída para outras áreas da vida: cuidado pessoal, família, casa como lar (e não mero local de passagem). O “fazer em casa” ganha espaço, a presenciar pelos “pães nossos de cada dia” compartilhados nas redes por muitas pessoas que descobriram algo que agrega um valor único ao alimento: prepará-lo. A webdesigner Fabiane Diniz, que optou pelo home office há muitos anos utilizou o tempo extra em casa -já que não está frequentando cafés, restaurantes e qualquer balcão gourmet da ilha de Florianópolis- para especializar-se na arte do panifício: a novidade foi desenvolver seu próprio fermento, a partir do suco do abacaxi e utilizar a fermentação natural, que confere um sabor único aos preparos: pães, pizzas, tranças e outras experimentações que ela exibe aos amigos pelas fotos de celular: “não deixa de ser uma maneira de compartilhar a experiência”.

O “fazer em casa” aumenta o valor afetivo e faz com que valorizemos quem está em volta produzindo. Parece que a menor escala, e o artesanal, com a busca por ingredientes selecionados, vem se sobressaindo aos industrializados e processados. É parte indissociável do “novo normal”. Rede de vizinhos, comprar de quem está próximo, grupos de classificados do bairro e assim por diante.

Completamente adaptado à rotina, o professor de biologia Denis Kerber, diz que podia viver o resto da vida assim. Já tinha o hábito de ficar bastante em casa, é marceneiro autodidata e pai de quatro filhos, o que dá bastante trabalho no cotidiano. Ganhar o tempo que usava no deslocamento (ir até as outras cidades lecionar) fez com que ele aprovasse as aulas à distância, continua com bom acesso aos alunos, faz plantões para esclarecer as dúvidas e criou até um perfil de instagram (@prof_denisbio) para compartilhar sobre a biologia no dia a dia: mora numa praia agreste, onde ainda habitam muitos animais silvestres, insetos de todo tipo e plantas diversas.

O instagram @prof_denisbio criado recentemente: cotidiano do professor como ponte com os alunos.

Parece que não voltaremos ao que era antes, e já estamos praticando um “novo normal”. A ONU já lançou um documento que cria as diretrizes para este momento: mais responsabilidade, solidariedade, proteção de empregos, empresas e meios de subsistência.

A pesquisa realizada pelo time do site de roleta online Betway Cassino mostra através de infográficos como anda o comportamento que comprovam essas mudanças de rotina e que indicam que estamos numa pandemia, em casa, mas a quarentena já acabou: estamos formatando uma nova forma de viver em sociedade.

Série “Bem Me Quero” leva informações sobre cuidados com a saúde física e mental

Série “Bem Me Quero” leva informações sobre cuidados com a saúde física e mental

Produzida pelas construtoras Pasqualotto e Paqualotto&GT, é exclusiva para o Youtube, conta com orientações de profissionais especialistas em diversas áreas como nutrição, psicologia e personal trainner

(Oficina das Palavras)

Cuidar do corpo e da mente, em tempos de pandemia e distanciamento social, estes são dois grandes preceitos para garantir a saúde e qualidade de vida de toda a comunidade. Por acreditar nesta máxima, a Pasqualotto e a Pasqualotto&GT realizam a série especial “Bem Me Quero”, com foco na saúde física e mental. Exclusiva no canal da Construtora Pasqualotto no Youtube, conta com episódios que levam orientações de especialistas em diversas áreas como nutrição, psicologia e personal trainner.

A primeira temporada apresenta detalhes sobre selfcare, práticas e equilíbrio. Para levar as orientações, foi selecionado um time de profissionais da área da saúde composto pela nutricionista Gisele Martins Darós, o personal trainner Rafael Darós e a psicóloga Ryllyane Neves. Eles apresentam a importância dos cuidados necessários neste período de pandemia para garantir a saúde física e mental para o futuro.

Cada vez mais a percepção de que as empresas devem fomentar seus próprios conteúdos em seus canais traz fortalecimento das marcas e integra os públicos interno e externo. Por isso, as construtoras do litoral-norte catarinense apostam neste material e acreditam que podem ter uma relação ainda mais próxima com clientes, parceiros, colaboradores e a comunidade em geral. “É uma forma de contribuir e ampliar todas as nossas ações sociais. Levar ao público informações pertinentes, bem orientadas, dadas por profissionais especializados e de renome, é importante neste momento em que o mundo está vivendo”, comenta Alcino Pasqualotto Neto, presidente da Pasqualotto&GT.

canal da Construtora Pasqualotto no Youtube já possuía uma série de conteúdo como entrevistas com os gestores, a participação da empresa na mídia, os empreendimentos de luxo, e outros vídeos institucionais que dão uma mostra do trabalho realizado pela empresa em Santa Catarina.

Em prol da comunidade em geral, as construtoras também realizam uma série de ações para enfrentamento da pandemia. Unidos com mais voluntários, montaram o grupo “Juntos contra o Corona SC” em que arrecadam respiradores, milhares de equipamentos de saúde, cestas básicas, entre outros tantos itens para garantia de saúde, alimentação e bem-estar da sociedade.

Sobre a Pasqualotto&GT

Pasqualotto&GT é a construtora de empreendimentos de luxo, como o YACHTHOUSE by Pininfarina, o maior residencial da América Latina, com 81 andares e 281 metros de altura. Com vocação para empreendimentos verticais acima de 50 andares, também possui outros empreendimentos em parceria by Pininfarina como o Vitra, reconhecido na América e Europa como ícone da arquitetura internacional.

Série especial Bem Me Quero

  • Episódio 1 com informações e dicas da Psicóloga Ryllyane Neves

  • Episódio 2 com informações e dicas do Personal Trainer Rafael Darós

  • Episódio 3 com informações e dicas da Nutricionista Gisele Martins Darós

  • Episódio 4 com informações e dicas da Psicóloga Ryllyane Neves

Pasqualotto&GT Empreendimentos

Trânsito será alterado nas ruas 3100 e 3122 nesta quarta em Balneário

Trânsito será alterado nas ruas 3100 e 3122 nesta quarta em Balneário

A obra de ligação da Marginal Leste até a Rua 3100 através da Rua 3122, vai alterar o trânsito nesta quarta-feira (3), a partir das 8h.

A Rua 3122 seguirá com mão única, da Terceira Avenida para a Rua 3100. A 3100 terá sentido único no trecho compreendido entre as ruas 3122 até 3140.

Na próxima etapa será permitido o fluxo que vem da Marginal pela 3122 fazer o cruzamento pela Terceira Avenida, em direção à Rua 3100 e Praia Central. Assim que for instalado o semáforo no cruzamento da 3122 com a Terceira Avenida, será liberado este fluxo de tráfego, sendo essa via uma ligação entre a Marginal e a Praia Central.

No sábado, dia 30 de maio, o trânsito foi interrompido entre as rotatórias das ruas 3100 e 3300, para dar início ao asfalto entre o cruzamento da Rua 3122 à Terceira Avenida.

Informações: Secretaria de Planejamento (47) 3267-7035 

Balneário Camboriú passa a ter serviço permanente para descarte correto de eletroeletrônicos usados

Balneário Camboriú passa a ter serviço permanente para descarte correto de eletroeletrônicos usados

(Schneider Comunicação) – A prefeitura de Balneário Camboriú colocou em funcionamento nesta semana, pela primeira vez em sua história, um serviço permanente para descarte de produtos eletroeletrônicos.

O novo serviço, gratuito, foi agregado ao Ponto de Entrega Voluntária (PEV), que funciona desde o ano passado na Avenida Santa Catarina, 801, anexo à Secretaria de Obras, quase em frente ao colégio Ivo Silveira.

O serviço é prestado pela Ambiental Limpeza Urbana e Saneamento Ltda., com supervisão da Prefeitura Municipal de Balneário Camboriú e está disponível diariamente, exceto aos domingos, das 9h às 12h e das 13h30 às 17h50.

Os eletroeletrônicos recebidos no PEV serão encaminhados a uma cooperativa com experiência específica neste tipo de material.

“É mais uma medida muito importante. Com a educação ambiental, melhoria nos serviços e outras ações diversas estamos transformando nossa cidade em um diferencial na separação de resíduos”, destacou o prefeito Fabrício Oliveira.

Materiais que o PEV recebe

Linha Branca: refrigeradores e congeladores, fogões, lavadoras de roupa e louça, secadoras, condicionadores de ar etc;

Linha Marrom: monitores e televisores de tubo, plasma, LCD e LED, aparelhos de DVD e VHS, equipamentos de áudio, filmadoras etc;

Linha Azul: batedeiras, liquidificadores, ferros elétricos, furadeiras, secadores de cabelo, espremedores de frutas, aspiradores de pó, cafeteiras etc;

Linha Verde: computadores desktop e laptops, acessórios de informática, tablets e telefones celulares etc.

Resíduos de Construção Civil até 0,5m³

Resíduos de poda até 0,5m³

Resíduos recicláveis em geral

Resíduos Volumosos

Todos eles em quantidades domiciliares e somente para moradores de Balneário Camboriú

O PEV não recebe

Pilhas e baterias
Pneus
Medicamentos vencidos
Caixas d’água
Telhas de fibrocimento
Latas e restos de tinta
Lâmpadas fluorescentes
Embalagens de agrotóxicos ou óleos lubrificantes

 
Sebrae/SC promove lives e palestras sobre gestão de crise, marketing  e inovação

Sebrae/SC promove lives e palestras sobre gestão de crise, marketing e inovação

Com o objetivo de ajudar empreendedores neste momento de crise, o Sebrae/SC inicia uma série de lives e palestras online gratuitas, nesta segunda-feira (1) e segue até sexta-feira(5).

As lives trarão temas direcionados à criação, transição de carreira, mulher e liderança nas empresas, além de abordar a prática de se reinventar. Os encontros acontecem todos os dias no instagram do Sebrae: @sebraesc. As palestras abordarão temas de gestão de processos em tempos de crise, marketing e vendas com negociação e gestão de conflitos, inovação com o segredo do sucesso e o potencial de utilizar whatsapp nas vendas.

Os interessados podem se inscrever gratuitamente no link: http://sebrae.sc/palestras-online.

Programação

Segunda-feira (1)
15h – Live – Faça você mesmo com Vanessa Hulse
16h – Palestra – Gestão de Crises: Gestão de processos em tempo de crise

Terça-feira (2)
15h – Live – Transição de carreira e empreendedorismo em tempo de pandemia com Flávia Fiorenza
10h – Palestra – Marketing e vendas: Negociação e Gestão de conflitos

Quarta-feira (3)
15h – Live – Seu Negócio em tempos de Coronavírus com Bia Figueiredo
10h – Palestra – Inovação: Qual o seu novo Porquê?

Quinta-feira (4)
15h – Live – Mulheres e liderança nas empresas com Annalisa Blando
16h – Palestra – Inovação: O segredo do sucesso

Sexta-feira (5)
15h – Live – Reinventar-se. É possível, é preciso! E o que o jornalismo nos ensina sobre isso com Douglas Márcio
10h – Palestra – Marketing e vendas: WhatsApp nas vendas: potencial, inspiração e cases. 

Credifoz inaugura unidade na Quinta Avenida, em Balneário Camboriú

Credifoz inaugura unidade na Quinta Avenida, em Balneário Camboriú

A Credifoz Cooperativa de Crédito inaugura seu segundo posto de atendimento em Balneário Camboriú, na próxima terça-feira (2). Localizado na Quinta Avenida, no bairro dos Municípios, a cerimônia de inauguração será transmitida ao vivo pela internet, sem aglomeração de público.

O gerente Regional Sul da Credifoz, Fernando Benassi adiantou que o novo posto atenderá moradores dos bairros Vila Real, Municípios, Nova Esperança e Barra. A nova unidade abre com 350 cooperados, que não vão mais precisar se deslocar até o centro para resolverem as demandas financeiras.

O gerente do Posto de Atendimento, Euclides Balbinot Junior, destaca a importância da unidade para o desenvolvimento da comunidade local.

“A cooperativa pratica tarifas mais baixas, presta um atendimento consultivo auxiliando as pessoas físicas e jurídicas na tomada de decisões, promove rodadas de negócios, fomenta o consumo no comércio local. São apenas algumas das ações que fazemos para incentivar a economia dos locais onde atuamos”, explicou Junior.

O atendimento, durante a pandemia, terá controlada e o horário diferenciado para pessoas do grupo de risco, das 9h às 10h. Para os demais, das 10h às 16h. A cooperativa também reforçou o teleatendimento e a abertura de novas contas por meio do aplicativo da Central Ailos, propiciando que as pessoas resolvam suas questões sem sair de casa.

Localizada próximo à Univali, na esquina com a Rua Biguaçu, a unidade conta com mesas de atendimento aos cooperados, espaço para recreação de crianças, caixas eletrônicos e guichês internos. Entre outros destaques, está a segmentação para atendimento de empresas, feito no mezanino; fomento das microempresas da região; contas correntes sem taxa de manutenção; e distribuição das sobras na Assembléia Geral – tradicional da cooperativa.