Centro Operacional da Praia Central foi positivo e deve retornar na próxima temporada

Relacionadas

A estrutura de cerca de 500m² do Centro de Controle Operacional (CCO), montada nas areias da Praia Central, bem perto ao Calçadão de Balneário Camboriú, deverá ser retirada até domingo (6). Os atendimentos a moradores e turistas encerraram na quinta-feira (3). 

(Foto André Cunha)

O local abrigou tendas de atendimentos das áreas de Saúde, Inclusão Social, Turismo e Segurança (Guarda Municipal, Agentes de Trânsito, Polícia Militar e Conselho Tutelar), servindo como ‘base’ para ocorrências, trabalhando de forma integrada.

Turistas aprovaram o CCO

O secretário de Turismo de Balneário Camboriú, Geninho Góes, lembra que em outros verões a estrutura era montada na praça Tamandaré, mas de forma menor e contemplando mais as secretarias de Saúde e Segurança. 

“A estrutura deste verão foi uma decisão inédita, que surgiu por parte do prefeito Fabrício Oliveira, com o objetivo de ter uma central. Unimos todas as secretarias para atender turistas e moradores. Além do atendimento, demos uma ‘presença’, os turistas sabiam onde procurar. Eu nunca vi uma cidade que oferecesse até atendimento de psicólogo gratuito”, conta.

Geninho aponta que há dados que mostram que cada vez menos as pessoas procuram pontos de informações turísticas presenciais, mas que muitos foram procurar porque a estrutura estava na praia, em um local de fácil acesso para todos. 

“Foi uma forma de humanizar o atendimento em um momento onde tudo está sendo digital. O CCO mostrou a parte humana, a preocupação com as pessoas. Acredito que faremos novamente na próxima temporada. Agora iremos analisar os números de atendimentos para entendermos as melhorias que teremos que fazer para o próximo verão, mas por ser o primeiro ano foi bem positivo”, acrescenta.

Inclusão Social: mais de quatro mil acolhimentos

Entre os serviços oferecidos no CCO, estava o de apoio psicológico e emocional 24 horas para moradores e turistas, através dos programas Abraço à Vida e Abraço à Mulher. 

Em dois meses, foram feitos 4.140 acolhimentos. 

Destes, 3.042 são de moradores, 862 turistas, 19 de pessoas em situação de rua e 217 não informaram. 

Entre os atendidos, 72% eram mulheres e 27% homens. 

A secretária de Inclusão Social de Balneário, Christina Barichello, salienta que quando o espaço foi montado ‘não tinha ideia’ da quantidade de pessoas que iriam procurar. 

“No início, atuamos 24h. Até as crianças chegavam lá. Me marcou um menininho de 11 anos que disse que tinha baixa autoestima e que iria ali. Vinham pessoas de todos os lugares, moradores da cidade também. Afinal, falamos tanto sobre a pandemia do Covid, mas essa pandemia trouxe outra, que é o transtorno emocional, angústia, medo, depressão”, afirma.

Christina lembra ainda que para o turista e morador saber que estão em uma cidade, em uma praia, e que contam com esse suporte do poder público traz uma sensação de segurança. “Foi uma ideia extremamente importante e de humanização também para o turista, já que atendemos os moradores durante todo o ano. Tenho certeza que faremos ano que vem. Foi uma iniciativa que deu certo, uma humanização e abraço da cidade às pessoas. Muitas vinham, falavam que nunca tinham visto algo assim. Atendemos conflitos familiares, mulheres vítimas de violência, crianças desaparecidas, até um bebê que estava com uma pessoa alcoolizada caída na calçada e encontramos a mãe dele, que era de outra cidade. Foi muito bom estar perto, em um local de fácil acesso, foi uma iniciativa de sucesso que será feita novamente”, explica, citando que ‘não há preço’ quando o assunto é ‘investir em vida’. 

“Temos que acolher o turista, é ele que movimenta a nossa economia”, completa.

Saúde também

Na tenda da Saúde, dois enfermeiros e quatro técnicos de enfermagem faziam aferição de pressão, testes de glicemia capilar e curativos simples, além de orientar a população quanto à exposição solar, hidratação e prática de atividades físicas no verão. 

Ao todo, foram feitos 739 atendimentos. 

O Página 3 esteve lá no final de janeiro (relembre aqui).

The post Centro Operacional da Praia Central foi positivo e deve retornar na próxima temporada first appeared on Página 3 – Notícias de Balneário Camboriú.

Mais notícias dessa editoria

Advertisment

Leia também