Conselho de Segurança pede reforço de policiais militares para Balneário Camboriú

Relacionadas

O presidente do Conselho Comunitário de Segurança Pública e Cidadania de Balneário Camboriú (CONSEG BC), Valdir de Andrade pediu apoio ao deputado Carlos Humberto Metzner Silva, sobre a necessidade de aumentar o efetivo da Polícia Militar, que conta hoje com apenas 104 policiais militares (o correto seria cerca de 250), além de outras melhorias que podem ser feitas no batalhão. Carlos Humberto se pronunciou a favor do pedido na sessão desta terça-feira (20).

Valdir explica que o problema não é recente. Desde 2015 quando havia 166 policiais militares na cidade, a defasagem vem sendo ‘sentida’.

“Há cinco anos pelo menos pedimos para o efetivo ser de 250 policiais, é o número ‘justo’ para Balneário Camboriú. Na época também pedimos pelo helicóptero Águia, que conseguimos conquistar, mas o efetivo não conseguimos”, conta.

Um segundo pedido é referente ao helicóptero, que hoje fica ‘ao relento’, sem um hangar próprio.

O presidente destaca que sabe que a PM não pode se pronunciar, mas que é visível que com apenas 104 policiais o trabalho fica complicado.

“Eles têm muita boa vontade, mas há escalas, policiais em férias, licenças por doenças. Eles fazem o impossível, estão prendendo bastante, mas precisamos e merecemos mais. O governo estadual vê que por termos bons indicadores quanto à segurança não precisamos, mas é exatamente o oposto”, analisa.

Carlos Humberto encaminhou duas indicações, sobre o helicóptero e sobre o efetivo, ao presidente da Alesc, Julio Garcia. Este deverá repassar ao governo do Estado e à Secretaria de Estado da Segurança Pública.

Batalhão turístico

Outra solicitação que o CONSEG BC está fazendo é a transformação do 12º BPM em um Batalhão Turístico, para conseguir convênios com a Secretaria de Estado do Turismo, Cultura e Esporte, para as diárias de policiais para a Operação Veraneio 2020/2021, além de ser possível também conseguir verbas a nível federal, junto do Ministério do Turismo.

“Na Operação Veraneio do ano passado o número de reforço foi quase negativo. Nos feriados que já foram super movimentados, demonstrando que teremos uma das maiores temporadas de verão dos últimos anos, também não recebemos muito reforço. Neste último, do dia 12 de outubro, vieram apenas sete policiais, a Cavalaria de Joinville”, diz.

Segundo Valdir, a ‘incógnita’ a nível estadual também não ajuda, já que não se sabe ainda se o governador Carlos Moisés permanecerá ou não no cargo.

“Há muita insegurança. O novo Comando da PMSC [Coronel Dionei Tonet] também não recebeu ninguém da nossa comunidade. Mas o Comando de Balneário é ótimo, o Daniel [Tenente-Coronel Daniel Nunes da Silva, Comandante da PM de Balneário] e o Jofrey [Tenente-Coronel Jofrey Santos da Silva, Comandante da 3ª Região de Polícia Militar (RPM), que compreende Balneário] são ‘parceiraços’, mas em Florianópolis é tudo uma incógnita”, acrescenta.

Mais notícias dessa editoria

Advertisment

Leia também

Gambá é encontrado em hotel de Balneário e foi devolvido ao habitat natural

O Grupo de Proteção Ambiental da Guarda Municipal de Balneário Camboriú auxiliou no resgate e soltura de um gambá nesta segunda-feira (23). Ele...

Novo comando da Guarda Municipal de Balneário será anunciado até o final da semana

O secretário de Segurança de Balneário Camboriú, Antônio Gabriel Castanheira Junior, disse que até o final desta semana será anunciado o novo comando da...

Fórum Municipal: Consegmar e órgãos da segurança vão fiscalizar infrações náuticas

A 18ª edição do Fórum Municipal de Segurança de Balneário Camboriú, aconteceu na noite de quinta-feira (26) de forma virtual e reunindo representantes de...