Dengue: Balneário Camboriú tem 109 focos positivos e um caso da doença

Relacionadas

Nos primeiros 21 dias deste ano o Programa de Combate à Dengue da Secretaria Municipal da Saúde registrou 109 focos positivos do mosquito Aedes Aegypti e um caso positivo contraído fora do município.

A diretora da Vigilância Ambiental, Eliane Guedes disse que o elevado número de focos é por causa do calor intenso e as leves chuvas que ocorreram em alguns dias, uma combinação perfeita que agrada o transmissor da dengue, Zika e Chikungunya.

Por este motivo a diretora pede especial atenção dos moradores e turistas para que verifiquem e eliminem possíveis criadouros em suas casas.

Equipes da Vigilância Ambiental trabalham o ano todo visitando residências e orientando sobre o controle necessário.

Esta semana eles visitaram as Praias Agrestes e Centro. 

“A população deve redobrar os cuidados no verão. Para evitar a proliferação do mosquito é importante que a população esteja atenta ao acúmulo de água em recipientes espalhados nas residências. Todos os reservatórios devem ser vedados, as calhas devem ser limpas frequentemente e as garrafas vazias precisam ficar de cabeça para baixo. Além disso, é essencial manter os quintais sempre limpos, evitando os focos do inseto”, orientou Eliane.

A diretora da Vigilância Epidemiológica, Adriana Rodrigues explicou que os principais sintomas da dengue são febre alta, de 39° a 40°, de início abrupto, dor de cabeça, fraqueza, dores no corpo, dores nas articulações e dor no fundo dos olhos. 

Os sintomas geralmente surgem após o terceiro dia da picada do mosquito. O tratamento geralmente é hidratação via oral ou endovenosa, emprego de medicamentos e repouso.

Se a pessoa tem sintomas e quer confirmar o diagnóstico, são realizados exames laboratoriais. 

“A partir disso, o médico pode verificar qual o tipo de vírus e, assim, indicar o tratamento mais adequado. Por isso, caso esteja sentindo os sintomas da dengue, é recomendado ir ao pronto-socorro para que sejam feitos exames diagnósticos e, assim, iniciado o tratamento”, disse Adriana.

A coleta do exame é realizada no Laboratório Municipal e, em seguida, enviada ao Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN) para análise. 

Em caso de resultado positivo, a Vigilância Epidemiológica aciona o Programa Municipal de Combate à Dengue, que isola o perímetro em que o contaminado mora.

A equipe da Vigilância Ambiental atende denúncias feitas à Ouvidoria Municipal, pelos telefones (47) 3267-7024, 0800 644 3388, ou WhatsApp (47) 99982-1979.

The post Dengue: Balneário Camboriú tem 109 focos positivos e um caso da doença first appeared on Página 3 – Notícias de Balneário Camboriú.

Mais notícias dessa editoria

Advertisment

Leia também