Dicas sobre Balneário Camboriú

Relacionadas

Moro em Balneário Camboriú há mais de 33 anos e sou mais um dos muitos que vieram, conheceram, amaram e ficaram.

Sou jornalista, assessoro algumas empresas, trabalho num jornal local (www.pagina3.com.br) e acompanhei a transformação do pequeno balneário de verão numa cidade com vida própria durante o ano todo, que virou referência de lazer no litoral catarinense.

Andando por aqui fui descobrindo o que compensa e o que não compensa aproveitar em Balneário Camboriú e divido minha opinião com os visitantes deste site.

Por Waldemar Cezar Neto

A Melhor Época

Se você é jovem ou mesmo não sendo jovem gosta de vida noturna com muita agitação, seu negócio é vir a Balneário na alta temporada, que dura do Natal até o Carnaval.
Atualmente as casas noturnas promovem baladas no inverno que atraem gente de todo canto, mas não chegam a atrapalhar a vida de quem gosta de descanso.
O melhor período aqui é depois do verão, do final de fevereiro até maio, quando ocorrem dias ensolarados e os preços são mais baixos do que na temporada.
Se você deseja curtir uma praia em paz, ficar livre do barulho da temporada e do enxame de vendedores ambulantes, não precisa pensar duas vezes, venha para cá depois do Carnaval.

A Melhor Praia

Já foi a Praia Brava, aqui ao lado, em Itajaí. A praia central de Camboriú no verão fica superlotada e o pessoal que sabe das coisas se mandava para a Brava, onde tem surfe garantido, barzinhos simpáticos e gente bonita.
Mudou um pouco. Algumas praias ao sul da central, na região da Rodovia Interpraias, atraem na maioria um povo bom de cabeça, aquele que não deixa lixo na areia, não gosta de sertanejo universitário e vai à praia para se divertir sem incomodar os outros.
A praia de Laranjeiras, também na Interpraias, é ótima, melhor ainda indo de barco ou teleférico. Para crianças, sem dúvidas Laranjeiras é a mais segura.

O Melhor Restaurante

Questão de gosto, para mim O Pharol, o Chaplin, ambos na Atlântica e o Olho d´Água, na Via Gastronômica, Vila Real, um bairro da cidade.

Os Melhores Petiscos do Mar

Casa da Lagosta, na Barra Sul

O Melhor Chope

O do restaurante Chaplin, que fica na Avenida Atlântica bem na frente da ilha. O chope é de boa qualidade, mas o ambiente é o melhor para quem gosta de ver e ser visto.

A Melhor Feijoada

Servida inverno e verão, a do restaurante O Pharol, no Centro.

A melhor pizza

Mangiare Felice, na Avenida Atlântica. Para a pizza mais divertida (tem boa música e boa vista da cidade) no restaurante anexo ao Cristo Luz.

O melhor passeio

City tour pela estrada Interpraias, que percorre todas as praias ao sul do município. Vá de ônibus de linha, são confortáveis e custam barato. O trajeto de ida e volta chega a 40Km, mas você pode desembarcar numa das praias, curtir um banho de mar e voltar em outro ônibus, já que no verão eles passam de meia em meia hora.

A Melhor Hora

O nascer do sol sobre a ilha é um espetáculo diário e gratuito, bastando acordar cedo ou ir dormir tarde para presenciá-lo.

O Melhor equipamento turístico

O teleférico instalado na Barra Sul que percorre um trajeto de quase três quilômetros ligando a praia central à praia de Laranjeiras.
O melhor está no caminho, na estação Mata Atlântica, estação intermediária situada sobre o morro da Aguada, que possui um parque ecológico criteriosamente estruturado para receber os visitantes.
Há alguns anos inauguraram uma moderna marina e uma passarela sobre o rio Camboriú na região, a vista do alto é estupenda.

O melhor hotel

O Infinity Blue, hotel de luxo com uma praia “particular”, na Estrada da Rainha.

A melhor vista

É a da Estação Mata Atlântica do Teleférico, mas a vista do mirante do Cristo Luz também merece uma visita.

O melhor do vizinho

Mercado público de Itajaí.

Opine você também

Envie sua opinião sobre o melhor da cidade para [email protected]

Mais notícias dessa editoria

Advertisment

Leia também