Fabrício diz que candidatura a governador do Estado precisa ser construída na caminhada que irá fazer

Relacionadas

O prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira, disse na manhã deste domingo, 25, à jornalista Marlise Schneider Cezar, que ficou lisonjeado, mas não surpreso, com o lançamento do seu nome como pré-candidato ao governo do Estado, em reunião realizada pela Executiva Estadual do Podemos, neste sábado (24), em Balneário Camboriú. 

Além da indicação do prefeito, como pré-candidato a governador, o presidente do partido em Santa Catarina, Camilo Martins, anunciou Paulinho Bornhausen como pré-candidato ao Senado. 

O Podemos governa Balneário Camboriú e mais três prefeituras em Santa Catarina: Blumenau (Mário Hildebrandt), Palhoça (Eduardo Freccia) e Mafra (Emerson Maas). 

O prefeito de Blumenau esteve presente na reunião em Balneário e elogiou muito a indicação de Fabrício.

O partido é relativamente pequeno, sem tradição e Fabrício não é dos nomes mais conhecidos no Estado, mas como ficou claro na eleição de 2018, com a vitória de Carlos Moisés, esses são fatores superáveis se o candidato usar os meios de comunicação adequadamente.

Processo natural

Há algumas semanas o nome de Fabrício começou a aparecer na mídia como possível candidato ao governo estadual. Ele realizou alguns encontros fora de Balneário e disse ao Página 3 que considera a indicação uma consequência natural deste processo.

“Meu nome surgiu naturalmente pela referência, pelo trabalho que estamos realizando em Balneário Camboriú, como algo que seja novo, mas que não seja uma aventura. Me sinto lisonjeado pela lembrança do meu nome”.

Balão de ensaio?

Para oficializar a candidatura, Fabrício terá que deixar a prefeitura no final de abril de 2022. O lançamento do seu nome, neste momento, seria um teste para ‘sentir’ a reação no meio político e na sociedade? Ele diz que não.

“É uma indicação que precisa ser amadurecida com o povo catarinense, para que não seja somente uma vontade partidária. Mais importante que nomes neste momento é buscar o diálogo com outros partidos. O Circuito Podemos vai caminhar nesse sentido, vai debater não somente política, mas tratar sobretudo do desenvolvimento de Santa Catarina. Eu sinto que o nosso trabalho em Balneário Camboriú representa o desejo do catarinense”.

O bom relacionamento com setores produtivos 

“Balneário Camboriú é a única cidade catarinense que tem um instituto com setores produtivos. Minha relação com esse setor sempre foi muito transparente. Além disso, temos vários outros exemplos, que podem ser ampliados, como as questões relacionadas à saúde emocional, o combate ao suicídio, o desenvolvimento econômico, entre outros”.

Próximos passos

“Agora foi a indicação do partido, mas ainda tem muitos passos importantes a serem dados. Uma candidatura tem que ser construída na caminhada que vamos fazer. Meu foco no momento continua sendo o governo de Balneário Camboriú, as nossas ações em andamento e quando a agenda permitir vou estar em outros municípios fazendo esses contatos”.

The post Fabrício diz que candidatura a governador do Estado precisa ser construída na caminhada que irá fazer first appeared on Página 3 – Notícias de Balneário Camboriú.

Mais notícias dessa editoria

Advertisment

Leia também