Funcionária de hospital pede respeito, desabafa que a culpa é do povo e que Pronto Atendimento não é shopping center

Relacionadas

Texto com correção de autoria às 17h19 do dia 07/01/2022.

A funcionária do Hospital Municipal Ruth Cardoso, Catiane Eloiza Medeiros, postou em seu espaço no Facebook,  um desabafo que parece sintetizar o sentimento de todos os profissionais de saúde, mais uma vez submetidos a jornadas exaustivas de trabalho porque a população não respeitou recomendações médicas.

Catiane foi ao ponto, criticando a falta de educação e empatia de muitas pessoas que se sentem no direito de xingar e tratar mal profissionais de saúde, que estão se desdobrando para atender a demanda excepcional. 

Veja a postagem:

Em respeito às minhas colegas enfermeiras e técnicas do setor de saúde! ❣

AVISADOS TODOS FORAM !!! 

Agora não adianta querer achar culpado. A culpa dessa multidão procurando atendimento com sintomas gripais, ocasionando filas e demora no atendimento é DO POVO…

Estranho que no mês de dezembro todos estavam em festas,  bares, confraternização,  nas ruas e praias. 

Então não tentem achar culpados,  e ao procurar ATENDIMENTO TENHAM RESPEITO E PACIÊNCIA…

Que comece a guerra do atestado, os patrões que lutem !!! esse é o Brasil….. lindo de se ver! UPA, PA e Santa Casa Lotados !!! SAMU não pára…. é cada reclamação que tenho vergonha de mencionar… 

Muita gente  grossa e mal educada e a equipe Médica e de Enfermagem é que não presta!!! 

Mas não sabem e nem têm ideia como é nossa jornada….. reclama da demora no atendimento, demora da  consulta, chega  na emergência com uma queixa de dor há anos e quer ser atendido na hora !!! 

Pronto Socorro e Pronto Atendimento não é Shopping Center !!! onde vc escolhe a hora de chegar e de ir embora! 

Quem está doente não reclama, não grita, esbraveja descontando seus problemas em quem está trabalhando. 

Desde o início da pandemia, trabalhamos muito, adoecemos, perdemos entes queridos e amigos também!!! Nossas folgas eram canceladas e férias adiadas para salvar alguém. Demos nosso melhor!!! Por isso não tivemos nada …nem aumento de salário, congelamento de tempo de serviço, nenhuma bonificação!!! Nem pudemos ficar em home office ….nem ficar cuidando dos nossos filhos! !!! 

Então mais respeito por favor! Mais empatia! 

Vc não é único!

The post Funcionária de hospital pede respeito, desabafa que a culpa é do povo e que Pronto Atendimento não é shopping center first appeared on Página 3 – Notícias de Balneário Camboriú.

Mais notícias dessa editoria

Advertisment

Leia também