Hospital Municipal Ruth Cardoso recebe selo de Hospital Doador: somente neste ano, 13 órgãos foram doados

Relacionadas

O Hospital Municipal Ruth Cardoso, de Balneário Camboriú, recebeu esta semana o diploma de Hospital Doador da Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina, por meio da SC Transplantes – Central Estadual de Transplantes de Santa Catarina. Desde 2020, a cidade conseguiu 29 doadores de órgãos, sendo 13 em 2021.

(Divulgação/PMBC)

O diretor de área da Enfermagem, Ricardo Brodersen explicou que o trabalho é desenvolvido pela Comissão Hospitalar de Transplante (CHT) do Hospital Ruth Cardoso, instituída em 2017 e composta por Coordenadora de Enfermagem da UTI Neonatal, Coordenadora do Centro cirúrgico e Centro de Material Estéril, Coordenadora da Maternidade e Centro Obstétrico, Coordenadora das Clínicas de Internação e Núcleo Interno de Regulação coordenadora da UTI adulto. 

A unidade realiza captação de coração, fígado, rim, pâncreas, córnea e esclera do olho. 

O processo de doação de órgãos requer o trabalho integrado de vários profissionais de saúde, pois envolve desde a abordagem inicial identificando o paciente no pronto socorro, até o momento da doação dos órgãos no centro cirúrgico. 

Brodersen salienta que o objetivo é aumentar o número de doadores e, consequentemente, diminuir a lista de pacientes em fila de espera e evitar mortes das pessoas que aguardam por transplantes. 

“Não se pode deixar de citar as equipes da UTI adulto e Centro cirúrgico, assim como a participação da psicologia, que são bases para o bom andamento dos protocolos de morte encefálica e dos explantes que ocorrem na instituição”, diz.

Toda capacitação é feita para que o trabalho ocorra conforme a legislação vigente parte da SC Transplantes, que tem sua sede em Florianópolis e como coordenador o médico Joel de Andrade. 

A SC Transplantes oferta cursos durante todo ano, assim como estimula reuniões e realiza encontros, mesmo que online, em tempos de pandemia.

(Divulgação/PMBC)

Ato de compaixão 

A capacitação dos profissionais é apontada pela equipe como fundamental para os resultados obtidos.

“Para ter um melhor entendimento do impacto que estas ações causam, só no ano de 2020, foram 56 pessoas beneficiadas e que não necessitam mais aguardar em fila de espera”, acrescenta.

Segundo Ricardo, todo este empenho da comissão, da gestão do hospital e da prefeitura, resultou em um dos menores índices negativos a doação, o que torna o HMRC com uma das menores taxas de não autorização familiar do Estado. “Sendo abaixo até da média geral de Santa Catarina. Percebe-se aqui, o quanto a solidariedade humana faz diferença”, afirma.

A Comissão segue trabalhando para que as famílias entendam o diagnóstico de morte encefálica e optem pela doação, quando há possibilidade. 

“Neste caso, quem é favorável a doação concede mesmo em um momento tão difícil, mais tempo de vida para algum desconhecido. Total ato de compaixão”, completa.

A Secretaria de Saúde ressalta que a doação de órgãos é uma decisão da família, ato assegurado pela Lei nº 9.434, de 4 fevereiro de 1997, que institui a legalidade sobre a remoção de órgãos, tecidos e partes do corpo humano para fins de transplantes e tratamento, caso seja de livre vontade e autorizado pelo doador ou familiar responsável.

Para dúvidas e esclarecimentos, procure a CHT do HMRC através da Ouvidoria: (47) 3169-3700 ou [email protected]. Se você deseja saber mais sobre doação de órgãos, acesse o site: www.sctransplantes.saude.sc.gov.br.

The post Hospital Municipal Ruth Cardoso recebe selo de Hospital Doador: somente neste ano, 13 órgãos foram doados first appeared on Página 3 – Notícias de Balneário Camboriú.

Mais notícias dessa editoria

Advertisment

Leia também