Mesmo com tempo instável, feriado deve ser movimentado em Balneário Camboriú

Relacionadas

A previsão é de tempo instável no feriado prolongado de Finados em Balneário Camboriú e região, com chance de chuva e temperaturas amenas, entre 14 e 22ºC. Mesmo assim, os empresários ligados ao turismo estão otimistas e acreditam que a cidade vai estar movimentada, com a ocupação hoteleira chegando a 60% – o máximo permitido, já que a cidade voltou para a faixa Laranja (grau Grave de contágio de Covid-19) nesta semana.

Opiniões


“Não existe fórmula mágica”

Valdir Walendowsky, secretário de Turismo de Balneário Camboriú

“Dentro dos limites impostos pela pandemia, vamos lotar, chegando aos 60% permitidos. Não tenho dúvida que será um bom feriado, o movimento já começou na quinta-feira (29), com hotéis sendo procurados. Se estivesse liberada lotação maior, como estávamos nos 80% no início da semana, o movimento seria ainda maior, mas compreendemos as mudanças, pois quem está analisando esse regramento é a Saúde e a Vigilância Sanitária. Temos que nos adaptar, pois a saúde permanece em primeiro lugar sempre. Vejo que a operação de fiscalização que vai acontecer é positiva, pois não acabou a pandemia nem aqui e nem no mundo todo, é necessário seguirmos tendo cuidado, e nos responsabilizando – é algo que precisa partir de todos. Não é só a prefeitura e a Saúde que precisam falar o que o público deve fazer, deveríamos saber o que é preciso. As pessoas infelizmente não estão se cuidando, se realmente nos cuidássemos, a realidade seria outra. Se tem decreto, tem que ser cumprido, não adianta só ter no papel e a população não cumprir. É preciso consciência, é esse o princípio que seguimos. Não existe fórmula mágica de fiscalização para cada pessoa, vamos precisar fazer o quê? Ter um fiscal acompanhado cada um? É triste. Mesmo assim, Balneário vem fazendo muito, desde o começo da pandemia. Todo santo dia batemos na mesma tecla, todos sabem o que podem ou não fazer, não é falta de divulgação, até criança pequena sabe. Se passaram sete meses! Não é por falta de esclarecimento. Mesmo assim estamos pensando e trabalhando pelo futuro, a decoração de Natal está sendo trabalhada, o edital de licitação deve sair entre terça e quarta-feira (3 e 4), está no setor de Compras e em qualquer momento pode ser publicado, está nos procedimentos finais”.


“Chegaríamos nos 80% porque a procura estava grande”

Osny Maciel Junior, presidente do Conselho Municipal de Turismo

“As expectativas são as melhores, estamos tendo uma excelente procura, a cidade vai estar cheia com certeza. De novo fomos pegos de surpresa, porque estávamos autorizados a realizar venda de 80%, mas na quarta-feira (28) o ‘status’ (faixa) da cidade mudou e esse 80 passou novamente para 60%. O que nos auxilia é que as compras (reservas) estão sendo feitas muito em cima da hora e principalmente através de um turismo regional, SC, PR e RS. Eles compram muito em cima da hora. Na quarta-feira, quando saiu a mudança para grave, a maioria da hotelaria de Balneário Camboriú estava na faixa de 52, 53% de ocupação. Chegaríamos nos 80% porque a procura estava grande, mas logo as entidades novamente se uniram, enviaram para todos os hotéis e equipamentos turísticos, mostrando a nova realidade e frisando a segurança e utilização dos protocolos, e que só poderíamos ter ocupação de 60%. O feriado de 7 de setembro não deixou a cidade tão lotada, o primeiro grande que tivemos foi o dia 12 de outubro, e fomos muito surpreendidos. Desta vez, para o dia 2, nos unimos, nos reunimos com o prefeito Fabrício Oliveira, que solicitou união para termos um futuro com segurança, seguindo os protocolos e com o máximo cuidado possível. Isso não depende apenas do poder público e nem da iniciativa privada, é uma decisão de três pontas, o público visitante, o turista, também precisa seguir todas as normativas: uso de máscara, uso de álcool gel, e permitir que a cidade faça o seu trabalho, que não reclamem, não nos xinguem, por estarmos agindo da forma correta”.


“Muito dependentes da questão climática”

Margot Rosenbrock Libório, presidente do Balneário Camboriú Convention & Visitors Bureau

“Historicamente o 2 de novembro é um feriado ‘esquisito’, por ser começo de mês, o pessoal ainda não recebeu, normalmente tem movimento menor do que o 7 de setembro e 12 de outubro. Nesse momento estamos também muito dependentes da questão climática, como são pessoas de perto que estão vindo, eles aguardam para ver a previsão do tempo. Se der chuva, metade desiste. Estamos podendo ocupar 60%, acredito que vai beirar isso. Vejo que deve ser estudado o aumento da lotação por parte do governo do Estado, pois os hotéis estão levando muito a sério as medidas de prevenção. No mês inteiro a nossa média de ocupação não chega a 40%. Quando temos movimento, aos finais de semana, a redução diminui por parte do governo, até quarta (28) estávamos em 80%, e agora voltamos para 60 de novo. Porém, vejo que a fiscalização na cidade é positiva, estamos mostrando cuidado e também trabalhando para garantir que tenhamos uma boa temporada de verão. Se os casos de Covid aumentam, o futuro fica comprometido, e a hotelaria é muito sensível a isso, assim como o setor de eventos. Ambos estão totalmente atrelados ao aumento dos casos, nos afeta diretamente. Muitas pessoas falam em ‘voltar ao normal’, mas eu acredito que pode ser que nem voltemos ao que era ‘antes’, vivemos um ‘novo normal’, e precisamos de algumas adequações quanto a isso”.


“Será um feriado de ‘porta de entrada’ para o verão”

Vilton João dos Santos, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Balneário Camboriú (CDL-BC)

“Acho que o movimento do feriado depende do tempo, mas o comércio de Balneário está otimista, assim como tivemos dois bons momentos, no 7 de setembro e 12 de outubro. Acredito que os shoppings podem ter um bom movimento se chover, mas os turistas também costumam circular pelo nosso comércio de rua, na Brasil, Atlântica, na área central. Será um feriado de ‘porta de entrada’ para o verão. Estamos vivendo uma retomada da economia, como um novo fôlego, está sendo animador. Porém, não podemos nos descuidar, por isso a CDL está lançando uma nova campanha, incentivando que a população continue em alerta, usando máscara, mantendo o distanciamento e a higiene das mãos. Pedimos aos comerciantes que exijam o uso de máscara em seus estabelecimentos, pois essa situação está nos preparando para a temporada de verão. Muitos brasileiros não irão para o exterior e devem vir para Balneário, temos novos atrativos, como o Aquário e a Roda-gigante, e o nosso comércio também os atrai, fortalecendo nossa cidade como destino turístico. Esperamos que a questão melhore para o turismo, que a lotação dos hotéis também aumente, não pode haver uma percepção de relaxamento agora, exatamente para termos um bom verão. A pandemia não terminou, tudo o que queremos é a retomada, mas com segurança, gradativo, para que não siga acontecendo esse ‘sobe-desce’ de casos”.


“Quem desrespeitar as normas, vai ser penalizado”

Max Fabian Mota, presidente da Associação dos Bares e Restaurantes de Balneário Camboriú (ABRES)

“A única restrição para os bares e restaurantes agora é o distanciamento, a limitação de capacidade não tem mais, o artigo do decreto que citava isso foi revogado, mas continuamos tendo que seguir o distanciamento de 1,5m entre as mesas. Tivemos reunião com a prefeitura, onde estiveram presentes entidades de classe e também empresários que foram denunciados várias vezes durante a pandemia, pedimos a colaboração de todos. Aparentemente eles entenderam, mas se defendem dizendo que nem sempre são os culpados, já que há clientes que também não colaboram. O Ministério Público está nos cobrando muito, então quem desrespeitar as normas [de prevenção ao Covid], vai ser penalizado. A fiscalização da prefeitura deste feriado será mais rigorosa, mas a expectativa é de um movimento tão bom ou maior que o 12 de outubro, nossa apreensão é somente quanto o tempo, que pode não ajudar, já que há previsão de chuva e temperatura amena. Isso pode influenciar negativamente, mas estamos confiantes de um bom feriado”.


“Estão todos conscientes”

Isaac Pires, presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Balneário Camboriú e Região (Sindisol)

“Acredito que o feriado será bom, temos a expectativa de chegar nos 60% permitidos. Estamos tendo vendas de última hora, então temos a perspectiva de atingir essa lotação. Tivemos reunião com a prefeitura, eles vão fazer o SeCuidaBC, com 300 fiscais fazendo orientações pela cidade, conscientizando e se necessário multando os estabelecimentos que não estejam seguindo os protocolos de prevenção ao Covid-19. Repassamos isso aos associados, e estão todos conscientes. O trade está entendendo a importância de aumentarmos os cuidados, já que os casos também aumentaram. Nunca nos descuidamos, na verdade, e agora só vamos reforçar. Não queremos aglomerações, vamos cobrar ainda mais o uso de máscara e álcool gel, mantendo o distanciamento. Vamos cobrar bastante dos turistas, monitorando junto com a prefeitura. Pedimos que todos respeitem as normas, para assim conseguirmos melhorar a situação, saindo juntos dessa pandemia”.

Mais notícias dessa editoria

Advertisment

Leia também