Nenhuma pessoa recebeu vacina vencida em Balneário Camboriú

Relacionadas

Após a publicação de notícias informando que pelo menos 59 moradores de Camboriú e um de Balneário Camboriú estão entre os mais de 26 mil brasileiros de 1.532 cidades imunizados com doses vencidas da AstraZeneca, a Secretaria Municipal da Saúde publicou nota esclarecendo que o único caso local foi um erro no sistema e que nenhum morador da cidade recebeu vacina vencida.

A Secretaria da Saúde de Camboriú ainda não se manifestou sobre o assunto.

A Nota

“Como houve a notícia de um caso na cidade, a Vigilância Epidemiológica de Balneário Camboriú acessou o sistema nacional de vacinação, onde constatou um erro no sistema, que levou a esse registro no Ministério da Saúde.

Trata-se da vacinação de uma profissional de saúde, que recebeu a primeira dose no dia 3 de fevereiro (lote 4120Z005, com vencimento em 14 de abril) e a segunda dose no dia 30 de abril, mas de outro lote (lote 213VCD013W).

No sistema, consta que a mulher tomou as DUAS DOSES no dia 30 de abril, o que levou a classificar esse registro como feito após a data do vencimento do lote.

Foi feita a conferência nos registros físicos, onde consta a assinatura da primeira dose na data 03 de fevereiro de 2021, e a segunda no dia 30 de abril.

A correção no sistema foi feita, deixando Balneário Camboriú de constar no sistema do Ministério da Saúde como tendo vacinado alguém com dose fora do prazo de validade.

Em cada carteira de vacinação feito pelo Município consta o número do lote e a data de imunização, o que garante a transparência dos dados vacinais”.

Secretaria de Saúde de Balneário Camboriú


Nota – Esclarecimento sobre doses vencidas da vacina contra a COVID-19

A Secretaria de Saúde Santa Catarina (SES), por meio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE), esclarece sobre a situação de 53 municípios catarinenses que teriam aplicado 732 doses da vacina AstraZeneca/Fiocruz cujos lotes estavam fora do prazo de validade.

A Diretoria identificou que vários destes registros se tratam de erro de vinculação de lotes, ou seja, erro de registro que demandam correção imediata. Um ofício foi encaminhado aos municípios para que investiguem caso a caso, corrijam e deem um retorno ao Estado até segunda-feira, 5. Vários municípios já entraram em contato com a Diretoria, informando que já estão corrigindo os problemas apontados.

A DIVE, responsável pelo recebimento, armazenamento e logística de distribuição de imunobiológicos encaminhados pelo Ministério da Saúde (MS) para os 295 municípios catarinenses, segue padrão rigoroso de conferência de todos os prazos de validade nos procedimentos de recebimento e distribuição, e não envia fora do prazo de validade para os municípios.

A Diretoria também orienta os municípios de forma permanente, por meio de ofícios e notas técnicas, sobre a necessidade de observação dos prazos de validade das vacinas, bem como para a aplicação de boas práticas na gestão da Rede de Frio, de forma a manter a qualidade e segurança dos imunobiológicos.

Caso algum município aponte a ocorrência de aplicação da dose da vacina contra a Covid-19 com lote após o prazo de validade, deverá reportar a Diretoria para ser analisado.

The post Nenhuma pessoa recebeu vacina vencida em Balneário Camboriú first appeared on Página 3 – Notícias de Balneário Camboriú.

Mais notícias dessa editoria

Advertisment

Leia também