No Dia Mundial de Combate a Aids, Balneário Camboriú lembra que prevenção é o único remédio

Relacionadas

O Dia Mundial de Luta contra Aids, lembrado sempre no primeiro dia de dezembro, serve para alertar a população que a doença continua presente e principalmente para lembrar que o melhor remédio é a prevenção. E sobretudo que a prevenção é feita com o uso de preservativo.

As equipes do CISS/CTA

Em Balneário Camboriú a Secretaria Municipal de Saúde, através do Centro Integrado Solidariedade e Saúde (CISS) e o Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), realiza todos os anos uma programação especial para lembrar o Dezembro Vermelho.

Atualmente Balneário Camboriú tem 4500 pacientes ativos em tratamento. Neste ano foram realizadas 5528 consultas com a equipe médica e foram aplicados 4093 testes.

De janeiro a novembro deste ano, foram distribuídos na unidade CTA 161.200 preservativos masculinos; 11.100 femininos e 9.700 gel lubrificantes.

Durante toda esta semana, CISS e CTA estenderão o horário de funcionamento das 19h às 22h. 

Equipes das duas unidades estão nas ruas distribuindo material informativo para a população. 

Na noite de segunda-feira (29/11) os agentes abordaram profissionais do sexo, moradores de rua, transexuais e travestis para divulgação dos serviços oferecidos pelos CISS/CTA e a importância da prevenção em relações sexuais e das testagens como diagnóstico precoce. 

Na terça e quarta-feira (30/11 e 1/12), as equipes passaram pelos quiosques da Avenida Atlântica e conveniências da cidade distribuindo informações e preservativos.

O Centro de Testagem e Aconselhamento e as Unidades Básicas de Saúde estão recebendo capacitação sobre testagem e aconselhamento de pacientes com Infecções Sexualmente Transmissíveis.

O CISS é uma unidade de saúde especializada no atendimento de HIV/AIDS e co-infecções (tuberculose, hepatites e infecções sexualmente transmissíveis). 

O CTA atua na prevenção das Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) e disponibiliza aconselhamento e testagem para HIV, sífilis e hepatites B e C. 

As duas unidades estão localizadas na Rua 2.350, nº 560. 

O atendimento ao público é de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

Prevenção = preservativo + informação

A coordenadora Kayane

Neste início do Dezembro Vermelho, a reportagem entrevistou a Coordenadora do CISS/CTA, Kayane Marques Lima, para informar o cenário atual do HIV e da Aids em Balneário Camboriú. Acompanhe:

JP3 – Como está a situação do HIV e da AIDS em Balneário Camboriú?

Kayane – A unidade CTA, Centro de Testagem e Aconselhamento testa diariamente muitas pessoas, moradores de Balneário Camboriú e da região, pois atende porta aberta. No ano de 2020 testamos para HIV 4465. Em 2021 até a presente data 4093.

A unidade CISS, Centro Integrado Solidadriedade e Saúde abriu aproximadamente 370 novos pontuários, vindos de outras cidades catarinenses ou estados, um aumento significativo que começou a acontecer em 2021. 

O que ocasionou o aumento no quadro de médicos infectologistas na unidade. Assim como recebemos novos prontuários, foram solicitadas algumas transferências para outras unidades da região e para outros estados.

P – Atualmente quantas pessoas estão em tratamento em Balneário Camboriú?

R – A unidade CISS hoje tem aproximadamente 4.500 pacientes ativos em tratamento. Foram realizadas em 2021, 5.528 consultas com nossa equipe médica, e cerca de 1.500 pacientes abandonaram o tratamento.

P – O CISS/CTA atende a população em geral, mas é possível traçar um perfil destas pessoas?

R – Segundo o boletim epidemiológico 2020, o Brasil apresentou 342.459 casos de infecção pelo HIV. A região sul contribui com 65.106 casos que correspondem a 19% do total de casos. Na série histórica de 2007 a 2020, a maioria dos casos está na faixa etária de 20 a 34 anos, que equivale a 52,7% dos casos. Em 2020 os casos de HIV entre jovens, de 15 a 29 anos correspondem a 4.770 e entre os idosos (60 +), os casos são de 333, apresentando uma queda em relação ao ano anterior.

P – Qual o número de testes aplicados?

R – O CTA testou no ano de 2021 para HIV feminino: 1534 sendo 1510 não reagentes e 24 reagentes para o HIV e masculino: 2462 sendo 2347 não reagentes e 115 reagentes para o HIV.

P – Como funciona o atendimento no CISS/CTA?

R – No CTA qualquer paciente pode realizar o teste, que demora em média 15 minutos para sair o resultado. Basta se dirigir à unidade com documento com foto, não precisa agendar atendimento, por ser livre demanda. 

O paciente passa primeiro pelo aconselhador, que fará esse primeiro acolhimento e logo em seguida realizará a coleta do exame. 

Após o resultado, o paciente é chamado novamente pelo aconselhador, que dará o resultado do exame e fará as devidas orientações. Quando o resultado é positivo, já o encaminhará para abertura de prontuário no CISS. 

O paciente muitas vezes é encaminhado até a unidade ou se encaminha até a unidade quando é vítima de violência sexual, porque o CTA é referência nesse agravo, para realização dos testes e em seguida iniciar o tratamento da PEP no CISS. 

Quando o paciente se expõe sem as devidas proteções, ele também pode se dirigir até a unidade para realização dos exames e logo iniciar tratamento com a PEP também no CISS.

O serviço de Psicologia do CISS, realiza a abertura de prontuário e o acolhimento do paciente logo após o diagnóstico, onde também é verificado os aspectos emocionais, e oferece o primeiro suporte frente a demanda trazida no momento. 

Diante disso, são realizadas as primeiras orientações em relação ao tratamento, bem como a importância de sua adesão e permanência.

P – Apesar da intensa divulgação há mais de três décadas, informando que a única prevenção é usar preservativo, ainda é alto o número de ‘desinformados’, conforme atestam os números…

R – Hoje falar em prevenção é lembrar que além do uso dos preservativos masculino e feminino é a informação. Com a evolução do tratamento surge também a Prep e a Pep que são medicamentos que previnem a contaminação para o HIV. 

A junção dos preservativos e as medicações constituem o que chamamos de prevenção combinada. Uma pessoa informada tem o direito de escolher qual método de prevenção se encaixa em sua prática.

P – Nesta semana vocês estão nas ruas distribuindo informação e preservativos, as duas únicas maneiras de evitar o contágio…

R – Sim, até sexta-feira (3) CISS e CTA ficarão abertos das 7h às 22h. O CTA estará fazendo as testagens e abordagens nas ruas, e também estará recebendo outras unidades de saúde para reciclagem na realização das testagens, pois hoje esse serviço já está descentralizado, sendo que as unidades básicas, hospitais e portas de entrada também realizam a testagem.

O CISS nessa semana estará realizando atendimentos, com demanda organizada, sendo consultas previamente agendadas.

The post No Dia Mundial de Combate a Aids, Balneário Camboriú lembra que prevenção é o único remédio first appeared on Página 3 – Notícias de Balneário Camboriú.

Mais notícias dessa editoria

Advertisment

Leia também