Novidades do Programa de Educação Ambiental da Emasa apresentadas aos professores da Educação Infantil

Relacionadas

O personagem Jacamasa do Programa de Educação Ambiental (PEA) desenvolvido pela Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa), em parceria com o Programa Terra Limpa, da Secretaria do Meio Ambiente (Semam) e Secretaria de Educação, começará a visitar as escolas de Balneário Camboriú no início de junho.

O engenheiro Ambiental Sanitarista da Emasa, Hilário Zornitta Júnior e a educadora ambiental do Programa Terra Limpa, Viviane Ordones apresentaram o programa que será levado às escolas este ano para os professores de 12 Núcleos de Educação Infantil, esta semana, no Parque Natural Raimundo Gonçalez Malta.

Foram apresentados os objetivos e os assuntos abordados com o PEA Jacamasa, como: uso consciente da água; cuidados com os rios e praias; importância do saneamento básico e todo o sistema de tratamento de água e esgoto. 

Teatro é novidade

Uma das novidades para ajudar na conscientização das crianças, este ano, será um espetáculo de teatro infantil, aliando educação ambiental e arte, para sensibilizar de maneira leve e divertida sobre as questões ambientais e o uso adequado da água. 

“Para os pequenos, o assunto será abordado com uma linguagem ainda mais simples e de forma lúdica, usando brincadeiras e atividades para que eles realmente entendam o tema e levem o conteúdo que aprenderam para dentro de suas casas, pois as crianças são agentes multiplicadores entre seus pais, irmãos, familiares e amigos”, relatou Hilário.

Programa Jacamasa

O Programa de Educação Ambiental (PEA) JACAMASA – “Emasa levando água e conhecimento até você”, foi criado com o intuito de promover a sensibilização da população de Balneário Camboriú, quanto ao papel de cada ator social na preservação da qualidade e da quantidade de água dos recursos hídricos da Bacia Hidrográfica do Rio Camboriú, e a importância do saneamento e todo sistema de esgotamento sanitário do Município. 

O projeto visa alcançar diferentes públicos-alvo, desde colaboradores internos; professores; alunos de cursos técnicos ou superior na área ambiental; alunos do ensino fundamental e infantil; e as famílias como um todo.

fonte: Assessoria Comunicação Emasa

Mais notícias dessa editoria

Advertisment

Leia também