Polícia Federal prende dono de empresa de táxi aéreo em Balneário Camboriú

Relacionadas

O dono de uma empresa de táxi aéreo do norte do Brasil, investigado por transportar drogas, foi preso na sexta-feira (30) em Balneário Camboriú, pela Polícia Federal. A prisão integra uma operação de combate ao tráfico de drogas que ocorreu no Amazonas.

Segundo a Polícia Federal, a prisão do homem ocorreu no apartamento onde ele vivia desde o início do ano, na Avenida Central de Balneário Camboriú. O ‘empresário’ não possuía ligações profissionais em Santa Catarina, atuando somente na região de Manaus. Na casa dele também foi cumprido um mandado de busca e apreensão.

Além desta prisão, a PF cumpriu mais nove mandados de busca e apreensão e quatro de prisão temporária (o preso em Balneário também foi detido temporariamente), nas cidades de Manaus e Tabatinga, ambas no Amazonas. O grupo investigado é suspeito de traficar drogas através de aeronaves. Em maio, duas pessoas já haviam sido presas em Manaus ao pousarem um avião no Aeroclube de Flores, transportando cerca de 130kg de cocaína. Essas prisões auxiliaram a PF a chegar nos cinco presos de sexta-feira (30). Eles poderão responder por tráfico de drogas e associação para o tráfico/organização criminosa.

Mais notícias dessa editoria

Advertisment

Leia também

Restam apenas 3 leitos na UTI para covid do Ruth Cardoso

Irresponsabilidade social pressiona os serviços de saúde em todo o Estado O boletim da boletim desta quarta-feira, 18, mostrou que a UTI para covid...

Bebê encontrada em lixeira de prédio em Balneário segue na UTI

A bebê recém-nascida, encontrada na lixeira de um prédio na Rua 3.850, na tarde de sábado (28), segue internada na UTI neonatal do...

Cães e gatos na pandemia: os humanos devem sair ou ficar em casa?

Hoje, os miados do negacionismo surgem disfarçados de preocupação com a economia. Por Gilberto Amêndola Nunca passamos tanto tempo em casa quanto em 2020. Isso...