Programa da Emasa encerra o ano com 27 propriedades parceiras

Relacionadas

O programa Produtor de Água do Rio Camboriú encerrou suas atividades de 2020 na semana passada, com as últimas vistorias do ano e assembleia do Grupo Gestor para definir o calendário de 2021.

Criado há 11 anos pela Empresa Municipal de Água e Saneamento de Balneário Camboriú (EMASA), o programa destina parte dos recursos da arrecadação anual, para a conservação e recuperação da bacia hidrográfica do Rio Camboriú, incentivando proprietários rurais a adotarem práticas conservacionistas em suas propriedades. Hoje são 27 propriedades parceiras, com 1.154,28 hectares de área conservada, além de 70,97 hectares em processo de restauração.

As três últimas vistorias deste ano, realizadas na quarta-feira (25) com auxílio de drone, em três propriedades participantes do projeto, mostraram que todas estavam cumprindo os requisitos estabelecidos e por isso, estão aptos a receberem o auxílio.

Na quinta-feira (26) a última assembleia do Grupo Gestor do Produtor de Água do Rio Camboriú, aprovou o calendário de assembleias de 2021 e discutiu sobre a inclusão de outras atividades no Pagamento por Serviços Ambientais (PSA), que contribuem para regulação hídrica e qualidade da água.

“Dentro dessas atividades, falamos sobre o manejo sustentável na produção agrícola, assunto que iremos aprofundar no próximo ano”, mencionou a engenheira Ambiental, Rafaela Comparim Santos, responsável pelo programa.

Informações: EMASA (47) 3261-0000

Mais notícias dessa editoria

Advertisment

Leia também