Sobram apenas 9 leitos de UTI para covid na região e prefeitos continuam omissos

Relacionadas

Estado registrou 47 mortes e 8.201 novos casos em 24 horas. Na região foram 45 mortes em 10 dias

Na noite desta terça-feira os boletins mostraram que dos 60 leitos para covid no Hospital Marieta, em Itajaí, restam apenas 6 e no Hospital Ruth Cardoso, em Balneário Camboriú, são 3.

É o pior momento que a região vive desde o começo da pandemia em março, mas os prefeitos dos 11 municípios da Amfri, que dependem dos leitos desses dois hospitais públicos para atender a população continuam omissos, não tomam providências mínimas de contenção, o que tende a causar dezenas de mortes.

Foram 45 mortes na Amfri em 10 dias e essas mortes podem sim ser levadas à conta dos prefeitos pois cabe a eles cuidar da saúde pública, tomando providências contra a propagação de uma doença mortal.

Entre os prefeitos mais omissos estão de Balneário Camboriú (14 mortes em 10 dias); Itajaí (13 mortes); Camboriú (8) mortes e o de Penha (5 mortes).

ESTADO

A situação da pandemia no Estado é caótica, nas últimas 24 horas foram registradas 47 mortes e 8.201 novos casos.

O indicador de leitos de UTI ocupados ultrapassou 84%, mas provavelmente está próximo de 100%, pois o governo trabalha com números irreais, por exemplo, aponta que a Amfri tem no total 141 quando em realidade possui apenas 90.

Mais notícias dessa editoria

Advertisment

Leia também