Unidades de saúde ampliaram horário para atender pacientes com síndromes respiratórias

Relacionadas

Por causa da forte demanda de moradores e turistas por atendimento médico, devido a problemas respiratórios, a administração de Balneário Camboriú prorrogou até 22h o atendimentos nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) dos bairros Nações, Barra e Municípios.

A decisão aconteceu em reunião na manhã desta terça-feira (4) entre o prefeito Fabrício Oliveira, a secretária da Saúde Leila Crócomo e profissionais do setor.

O prefeito determinou ainda a melhoria no acolhimento, com acompanhamento médico, na triagem desses pacientes nas filas de espera para mais rápido encaminhamento.

Também determinou a ampliação do laboratório de testagem no Hospital Ruth Cardoso para um outro espaço de saúde, na Rua Suíça, no Bairro das Nações.

“Desde o Natal verificamos uma ampliação significativa do número de pacientes com sintomas respiratórios, um problema que vem sendo observado em todo o Estado”, disse Fabrício.

Ao Página 3, a secretária de Saúde, Leila Crócomo, salientou que o horário estendido é a ação mais rápida possível neste momento.

“Assim, esses pacientes podem ir direto nas UBS, até às 22h nos bairros Nações, Municípios e Barra e durante o dia em todos os pontos da cidade. Desta forma, a urgência e emergência do Hospital Ruth Cardoso, UPA Nações e PA da Barra ficam para os casos mais graves. Vale destacar que dos atendimentos que realizamos a maioria é quadro leve, não houve nenhuma internação e nenhuma urgência”, afirmou.

Segundo Leila, Balneário está seguindo o protocolo do Ministério da Saúde e somente pacientes internados estão sendo testados para H3N2.

“Em laboratórios e clínicas particulares testam para Influenza. No geral, testamos para Covid e, se negativa, já tratamos diretamente como Influenza”, acrescentou, lembrando que a pandemia não acabou e os cuidados precisam continuar – como higiene das mãos, uso de máscara e etiqueta da tosse, protegendo boca e nariz.

Mesmo com a maior procura da testagem contra coronavírus, observada nos últimos dias, o governo alega que não houve até agora acréscimo significativo no número de casos de Covid em Balneário Camboriú. Na segunda-feira (3), foram registrados 10 novos pacientes. A UTI do Centro Municipal de Tratamento de Coronavírus apontou, também na segunda-feira, ocupação de 30% dos 20 leitos disponíveis.

Leila detalhou que pela fácil transmissão, em 15 dias poderá acontecer um aumento dos casos de Covid.

“Considerando o Réveillon, hoje não há aumento, mas pode acontecer. Pretendemos ampliar as testagens para identificar se é Covid e isolar quem positivar. A população precisa se conscientizar e também se vacinar com a segunda dose e com a dose de reforço”, comentou.

Recordes

A gestora da UPA Nações e do PA da Barra, Aline Leal, disse ao Página 3 que nas últimas 24h (segunda-feira) as duas unidades de saúde bateram o recordes. A UPA Nações registrou 419 atendimentos/adulto e 97 pediátricos, já o PA da Barra 396 adultos e 101 crianças.

“53% dos casos foram respiratórios. Nós tínhamos um plano para a temporada de verão, mas foi muito além do que imaginávamos. Acreditamos que seguirá movimentado pelos próximos 10 ou 15 dias”, afirmou.

Segundo Aline, as 13 unidades que o Instituto Maria Schmitt (IMAS) gerencia tiveram esse ‘boom’ de atendimentos.

“Havia fila de 10h de espera e isso nunca havia acontecido. Todos os consultórios estavam com médicos, 100% das equipes estavam de plantão, mas fugiu do controle por conta dessa sazonalidade. Junto com a prefeitura desenvolvemos essa ação imediata com as UBS funcionando até às 22h, que deve auxiliar a desafogar o nosso trabalho, pois assim orientamos que quem estiver com sintomas leves vá até a UBS”, pontuou.

A gestora lembra que Covid e suas variantes e também a Influenza ‘não são brincadeira’ e que as pessoas precisam se cuidar. “Percebo que quem vai até o PA e UPA estão preocupados para saber se é Covid, variante ou H3N2. A maioria é Influenza, com sintomas como tosse, coriza, dor de cabeça e febre, e principalmente jovens e adultos. Crianças têm mais as doenças típicas do verão como diarreia, intoxicação alimentar e também queimaduras por água viva”, completou.

The post Unidades de saúde ampliaram horário para atender pacientes com síndromes respiratórias first appeared on Página 3 – Notícias de Balneário Camboriú.

Mais notícias dessa editoria

Advertisment

Leia também